Além das 4 linhas – Garoto de Cotia

231

Eu tenho um amigo que durante todas as partidas do SPFC passa o tempo criticando o Igor Gomes, ele é um dos que ficam na orelha do garoto de Cotia pensando que ele é um craque ou tem que resolver os problemas todos, como se não fizesse parte de um time ou que dentro do time ele é o único de qualidade mediana, que todos os demais são craques. Aliás, acontece o contrário, ele sempre leva nota acima da média do resto do time em toda partida.

O SPFC todo é mediano e o que está valendo é um sistema de jogo coletivo, com muita participação de todos os atletas, tanto que RC costuma fazer muitas trocas nas partidas e muitas trocas de uma partida para outra. Muitas coisas interessantes estão sendo ditas por gente que gosto de ler e de ouvir sobre futebol, uma delas é que o SPFC tem um grupo de jogadores onde não há titulares simplesmente porque não há grandes jogadores, há um grupo de jogadores esforçados de qualidade mediana, onde quase todos possuem o mesmo nível. Uma coisa bacana também é este novo conceito do “todo campista”, aquele jogador que executa vários tipos de funções dentro de campo.

Este termo todo campista que define o jogador moderno de meio de campo é muito interessante. Os treinadores de hoje preferem este tipo de jogador ao jogador de posição fixa ou que executa as velhas funções de volante de marcação, meia esquerda, meia direita, armador, ponta de lança e etc. O nosso treinador gosta do sistema 4.1.3.2 e nele o número 1 é o volante, mas volante que não pode ser só de marcação, tem que saber sair jogando, iniciar as jogadas. Aliás, nem os zagueiros podem fazer só as velhas funções, pois hoje muitas das jogadas começam na defesa. A linha de 3 é onde ficam os todo campistas, jogadores que correm demais pois devem fazer o campo todo mesmo, não só o meio de campo. RC tenta criar este conceito no clube e faz de Igor Gomes um jogador com esta característica. Aliás, faz isso por ver nele as qualidades necessárias. Mas está claro que o Igor ainda é um garoto que aprende nova função.

Publicidade

Será que vamos admirar a força de vontade do garoto ou vamos critica-lo como se ele tivesse a responsabilidade de salvar o clube sozinho? Assim, Sara, Igor Gomes, Nikão, Patrick, Alisson, Talles e Gabriel são os caras do meio de campo, ou da linha de 3 do atual SPFC. Tenho visto as partidas das finais da liga dos campeões da Europa, e vejo em campo sistema de jogo muito parecido com o do SPFC. O Liverpool é um time que joga baseado no sistema e não em grandes jogadores de meio de campo.

O fato meus amigos, é que torcemos por um clube que passa a fase mais difícil de sua longa e vitoriosa história e a paciência se faz necessária. Eu também gostaria que Igor fosse o garoto do banco que entrasse aos poucos até merecer ser titular de um time milionário, ou que, como fazem os clubes europeus, ele estivesse jogando em clubes menores até merecer estar num clube gigante e lotado de craques. Mas não, ele joga num clube cheio de problemas e disputa posição com Andrés, Nestor, Gabriel, Talles, Pablo e demais citados acima. Nem o Luan pode jogar uma partida toda no momento, apesar de não disputar posição com ele diretamente. Sara está operado. Nikão e Patrick ainda não dão a dinâmica pretendida pelo treinador. Vamos com calma.

Salve o tricolor paulista, o clube da fé.

Carlito Sampaio Góes