Além das 4 linhas – Rogério Ceni

252

Nosso treinador tem trabalhado muito bem com o elenco e os problemas que tem, não adianta criticar, pelo contrário, devemos elogiar e prestigiar a todos que estão representando nosso querido SPFC de forma tão bonita de se ver.

Na entrevista coletiva após ter conseguido heroicamente eliminar o Palmeiras, Rogério Ceni foi muito realista e disse com todas as letras que o momento é de lutar jogo a jogo, nada de fazer planos e sonhos para conquistas ainda em 2022. Com inúmeros jogadores fora de combate, o samba de cada dia é conseguir ter time em condições físicas de entrar em campo e fazer bom papel. Se não vai na técnica, vai no coração, e assim tem sido, apesar de muitos não reconhecerem. Mas a vida é isso, nem Jesus Cristo agradou a todos.

Alguns clubes disputam 3 campeonatos ao mesmo tempo e só 5 deles estão vivos nos 3, isso mostra o valor do trabalho atual. Nosso treinador falou em contratar um jogador polivalente para o meio de campo e um zagueiro, parece que só estas serão as contratações, e com ajuda de investidor ainda. O clube ainda vende o almoço para poder comprar o jantar, o que só torna o trabalho atual ainda mais importante.

Publicidade

No jogo de ontem vimos alguns jogadores renderem abaixo do esperado, coisa normal dentro da carreira de qualquer profissional, são os casos de Nestor e Patrick principalmente. O time adversário encontrou espaços no meio de campo, onde nossa marcação deveria estar para isso não acontecer, mas Nestor, principalmente, não estava em noite feliz. Por outro lado Gabriel continua a mostrar que precisa ser contratado e ficar no Morumbi. Jandrei nem precisamos elogiar. Igor Gomes é um incansável, apesar de receber incansáveis críticas. Luan e Colorado fazem muita falta no nosso meio de campo para poder aliviar os companheiros, assim como Alisson, um jogador que corre e ajuda muito pelo campo todo.

Continuo dizendo e escrevendo que estou satisfeito com o que vejo, pois na verdade neste momento de reconstrução peço e vejo trabalho, apenas o velho e bom trabalho árduo. O Clube se desfaz de atletas caros que não rendem e trás alguns que estão ajudando, isso é importantíssimo. Vejo também a molecada de Cotia surgir como um caminho saudável. Nesta semana cheguei em casa e fui à internet pesquisar o quanto o nosso mais querido clube brasileiro já faturou com vendas de jogadores em 2022. Se Rigoni fechar, Sara fechar e Antony fechar, o clube receberá pouco mais do que R$ 220 milhões. Isso me faz otimista com o futuro, caso a diretoria obviamente faça bom uso dos recursos.

Ontem após a conquista da vaga, eu conversei no pequeno grupo do primo Maurício e do irmão júnior, falamos de tudo e quando falei que o assunto administrativo é o mais importante deste momento houve um pouco de estranheza. Mas é como vejo toda boa organização, ou seja, arruma a casa, depois conquista e faz a festa. O que vemos e veremos em campo sempre será fruto do que foi feito no escritório antes, esta é a vida em minha humilde opinião.

Salve o tricolor paulista, o clube da fé no trabalho.

Carlito Sampaio Góes