Além das 4 linhas – Sula, por que não?

254

O SPFC fez bem em realizar um grande e positivo rodízio entre todos os jogadores do elenco dentro deste caótico calendário de jogos do nosso futebol. Infelizmente as contusões fizeram o treinador passar a ter poucas opções para o meio de campo principalmente, uma pena, já que Nikão, Alisson, Sara, Talles, Luan e Colorado são jogadores com bom potencial e estão lesionados.

Com tantas ausências o RC está sendo obrigado a repetir escalações, o que poderá causar novas lesões, agora musculares e não traumáticas, além de cansar a galera, que reduz o rendimento. Igor Gomes e Nestor, por exemplo, terão que jogar todo jogo praticamente. Também não haverá possibilidade de escalar um mistão, pois os reservas agora são moleques, e no BR, Copa do Brasil e Sula não haverá jogo fácil de agora em diante.

Pensar que a Universidade Católica está morta é besteira. O resultado foi ótimo e o futebol dos times são distantes, o SPFC é melhor. Eu não estou preocupado com as 3 ausências, já que Nestor pode ser substituído por Gabriel, que subiu bastante de produção. Pablo pode entrar desde o início. Calleri será muito provavelmente substituído por Eder, e Igor Vinícius por Rafinha. Isso está fácil, será um bom time para o segundo jogo.

Publicidade

O SPFC deverá passar pela UC e o próximo confronto deverá ser com o Ceará, este sim um bom time. Será um confronto de iguais. Estive no Morumbi para ver o duelo entre estas equipes já pensando nesta fase de quartas da Sula, e vi um jogo muito difícil. O time deles é muito forte na marcação e muito rápido no contra-ataque, um perigo. Desde o início do ano prego foco na Sula, já que em minha modesta opinião, esta é a única taça possível para o momento que vive o tricolor. E digo mais, não vejo nada de errado nisso, pelo contrário, é um título internacional que seria muito bem-vindo. Às vezes as pessoas dão pouca importância a esta taça, mas acho que se esquecem de pensar que a taça traria coisas importantes como toda taça, como ânimo da torcida, patrocinadores, mídia, prêmios, vendas de camisa, bilheteria, TV e muita motivação  interna para a continuação da luta da reconstrução, um árduo trabalho que parece estar sendo feito.

Eu vejo a Sula num degrau acima do paulista, o que por si só já é legal, principalmente para o momento, mas título é título, sempre é bem-vindo. Aliás, adianta disputar a Liberta se as chances de conquista são mínimas? Eu acho que não.  Tomara todos no clube estejam com este objetivo de lutar com todas as forças para conquistar a Sula, tomara.

Eu vejo a torcida muito consciente do momento tricolor, aquela soberba de falar soberano ficou para trás felizmente, pois não cabe mais. Foi um marketing para a ocasião, mas os anos passaram, o clube se perdeu na administração e a realidade ficou dura. Agora é encarar a realidade e lutar muito, como sempre foi. Ernest Hemingway, um grande escritor, tem uma frase que gosto muito, que diz: “O segredo da sabedoria, do poder e do conhecimento é a humildade”. Isso é fantástico, pois humildade se resume em conhecer nossas limitações, o que nos faz lutar para nos desenvolver e entrarmos no ciclo virtuoso da vida. Quem sabe o tricolor entra no círculo virtuoso?

Salve o tricolor paulista, o clube da fé.

Carlito Sampaio Góes

1 COMENTÁRIO