Fala, candidato! – Flávio Marques 244

361

Minha candidatura ao Conselho Deliberativo:

Incialmente venho agradecer a generosidade do Artur Couto (212) colega candidato da chapa Resgate Tricolor, por ceder espaço no conceituado website SPNet.

Sou Paulista, Paulistano e São-paulino desde 1964. Nos anos 1970 na escola Estadual no bairro do Cambuci, eu era um dos raros torcedores do Tricolor. Na sala dominada por Palmeirenses e Corinthianos,  nossa torcida rivalizava em tamanho com a do Santos, e éramos pouco mais numerosos do que os torcedores da Lusa. Testemunhei o SPFC passar de uma força local para um grande time nacional, e então conquistar o Continente e o Mundo por três vezes. Acompanhei o crescimento da torcida, que hoje engloba mais de 18 milhões de pessoas, e sou cada vez mais apaixonado pelo Tricolor.

Assisti meu primeiro jogo no Morumbi em 1975. Em 2005 realizei o meu sonho de me associar ao clube e poder viver um pouco do dia a dia do São Paulo FC. Sou sócio há quinze anos, frequentador assíduo do clube e figurinha carimbada no setor de cativas a cada jogo. Meus filhos foram criados no ambiente de esportes oferecido pelo SPFC, iniciando pelo COD (programa para crianças) e passando pelas práticas de futebol social, basquete, vôlei, handebol, natação, kickboxing, musculação entre outras. Sou casado há 28 anos, e com minha esposa participo das atividades culturais e musicais do clube.

O estímulo para pensar em uma candidatura veio do período de debates para elaboração do novo Estatuto em 2016. Como sócios nos foi dada a oportunidade de fazer sugestões e participar de reuniões gerais no processo de criação do nosso Estatuto Social. Encaminhei sugestões, tive a oportunidade de apresentar e debater os assuntos em um reuniões amplas com participação de toda a diretoria, sócios e Conselheiros. Algumas de minhas sugestões foram parcialmente aceitas, e eu senti que poderia colaborar com o São Paulo Futebol Clube.

Sou Engenheiro de formação, mas ao longo da carreira me especializei em Administração de Empresas e posteriormente fiz um MBA em Finanças Empresariais. Há alguns anos comecei a levantar dados para avaliar a situação financeira do SPFC, em termos absolutos e comparativamente aos rivais, e antecipei algumas tendências do que hoje todos sabemos – o São Paulo vem perdendo receitas enquanto seus rivais diretos crescem. Ao observar as péssimas práticas de administração da atual gestão tive certeza de que deveria me candidatar.

O Conselho Deliberativo não é um órgão executivo, mas é a instância onde se discutem temas como o orçamento, demonstrativos financeiros e os grandes contratos. Um Conselho Deliberativo mais fiscalizador, mais independente e questionador é essencial para melhorar a qualidade da gestão do São Paulo Futebol Clube.

Se eu for eleito minha atuação será no sentido de fiscalizar a diretoria, avaliar minuciosamente os contratos, debater seriamente o Orçamento da Instituição. O Orçamento anual tem que ser realista e respeitado. Realista quanto à projeção de receitas, e respeitado quanto a não se exceder as despesas planejadas.

Os candidatos da chapa Resgate Tricolor apoiam a eleição direta do presidente e a criação do Sócio Patrimonial do Futebol, conforme proposto por Marco Aurélio Cunha, mudanças essenciais para democratizar e desenvolver a Instituição.

A você sócio ou torcedor do São Paulo peço seu voto e/ou indicação a seus amigos para mim – Flavio Marques, nº 244 – e para outros ótimos candidatos da chapa Resgate Tricolor.

Flavio Marques, nº 244, Chapa Resgate Tricolor

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor entre com seu comentário!
Entre seu nome aqui

dez − 3 =