LG em Foco – O campeão da covardia

3583

Salve, salve traumatizados torcedores tricolores

Acordamos hoje com mais uma história negativa para contar aos nossos filhos e netos, fomos mais uma vez derrotados pelo time das galinhas, e mais uma vez de forma dolorosa  e decepcionante.

Resultado de imagem para cuca spfc

Mas como ser campeão quando já entramos em campo sem interesse de vencer a partida?

O medo estava estampado na cara do Cuca, até parece que estávamos enfrentando um grande elenco, nem contra o Palmeiras fomos tão covardes quanto nessa partida.

Ressuscitar o Jucilento justamente na partida mais importante do campeonato, o mesmo jogador contestado por todos, o cara que não fez uma única partida razoável esse ano é colocado totalmente sem ritmo nesse momento tão decisivo, ao que parece, colocaram toda a culpa pelos sucessivos fracassos no Diego Souza, já que Jucilento e Nenê ficaram. Tirar o Everton de Vidro( o Flamengo deve rir de nós até hoje) e colocar o William Férias mostra que merecíamos perder mesmo, e o que falar do polivalente Everton Filipe, o cara que não não joga bem de meia, não joga bem de volante, mostra toda sua polivalência não jogando também de atacante, péssima escolha Cuca.

Arboleta o grande Leão do primeiro jogo se transforma em gatinho no segundo com duas falhas amadoras. Em relação ao Hernanes, deveríamos vendê-lo para algum time China, do Cazaquistão ou qualquer outro e depois trazê-lo por empréstimo de 6 meses, quem sabe assim ele volta a jogar bem, porque até o prezado momento está sendo um peso morto. Já o Luis Pabliano está curtindo suas férias no reffis, chegou, jogou, não fez nada e se machucou.

Brener deve ser uma verdadeira vergonha treinando para não ser escalado nessa partida, e não me venham com a desculpa que vão queimar o menino porque não pensaram nisso no caso de Igor Gomes, Antoni e Luan. A bronca é que o Cuca estava com medo de perder.

Sendo assim, parabéns por mais essa vergonha Raí, você está se superando a cada dia, parabéns pela contratação dos bichados, parabéns por colocar o São Paulo em um nível tão baixo ao ponto de dar pena, você não tem mérito algum por esse vice campeonato, o mérito é do Mancini e dos meninos de Cotia que levaram essa barca furada nas costas.

Que venha o Brasileiro, jogaremos sem centroavante, ou teremos que improvisar alguém novamente, e  boa sorte ao Pato, Tchê ², e Vitor Bueno, vocês vão precisar.

Obrigado ao Antoni, Igor Gomes e Luan, esses três meninos nos fizeram sorrir e nos deram esperança de levantar novamente uma taça, vocês mereciam o título. Muito obrigado.

OBS: Raí deveria ter respeitado a decisão dos jogadores de não querer subir para receber a medalha do vice, eles estavam tristes, decepcionados com a forma que ocorreu a derrota, eles tem grandesa dentro de si, não gostaram de perder( mesmo que essa atitude seja antidesportiva) ao contrário do nosso diretor de figuração que se acostumou a  fazer o São Paulo perder, se apequenar, ser humilhado.

Fora Raí e fora Leco

Devolvam ao Gigante o seu status de gigante.

Luis Gustavo, mais conhecido como LG, é são-paulino desde 1990 e frequentador da SPNet desde 2001.  Escreve nesse espaço às segundas-feiras. E-mail: [email protected]

ATENÇÃO: O conteúdo dessa coluna é de total responsabilidade de seu autor, sendo que as opiniões expressadas não representam necessariamente a posição da SPNet ou de sua equipe de colaboradores.

2 COMENTÁRIOS

  1. Márcio Ferreira

    Não escrevi com raiva, apenas triste por saber que o resultado dava para ser diferente.

    Em relação ao Brenner, não acredito que ele seja pior que o Everton Filipe, esse nunca fez nada e entrou justamente na fase mata-mata. Se não tinha como o Cuca mexer então é culpa do Raí.

    Everton saiu machucado de novo, daí cuca coloca William Férias cara, é brincadeira, literalmente abdicou de vez de atacar. Dava para ter adiantado Reinaldo e colocado o Léo, ou mesmo colocado Nenê.

    Agora ressuscitar jucilento foi o fim da picada, só faltou colocar Hudson de volante e Nenê de meia e repetir toda a porcaria dos outros treinadores.