Na Rede – Década Perdida na Presidência

288
  1. Olá Torcida SPNauta!!!

Hoje não vou falar sobre os dois últimos jogos do Tricolor,(que foi uma porcaria pra resumir) mas dos problemas de gestão que o São Paulo vem passando nesses últimos anos.

De 2008 até o presente, apenas 3 pessoas sentaram na cadeira da presidência do São Paulo Futebol Clube. Juvenal Juvêncio, Carlos Miguel Aidar e Carlos Augusto Barros e Silva conhecido como Leco. E o que eles têm em comum? São da mesma base/partido.

A última fase de ouro que o tricolor teve foi entre 2005 e 2008, em 2005 o presidente era Marcelo Portugal Gouveia e o Juvenal era diretor de futebol, então quando assumiu em 2006 sabia lidar com jogador de futebol, tanto que não tinha tanto dirigente X Jogador como tem hoje.

O problema foram as manobras que o Juvenal fez durante a sua gestão de quase uma década, primeiro alterou de 2 para 3 anos o mandato e depois conseguiu participar de três eleições consecutivas. Particularmente não gostava do Juvenal como presidente, mas nada é tão ruim que não possa piorar, a situação(Juvenal) apoiou o Carlos Miguel Aidar.

Publicidade

Então em 2014 foi eleito o Carlos Miguel Aidar, e nesse ano o São Paulo foi até vice campeão, mas isso graças ao Muricy Ramalho. Em 2015 Aidar começou a temporada contratando todo mundo que era pedido mas sempre que podia cornetava o time. Até que em Outubro renunciou após denuncias de corrupção, lembra do ruim lá em cima, então piorou.

E quando o presidente do clube renuncia, quem assume para convocar novas eleições é o Presidente do conselho deliberativo, e quem era o presidente?

Leco, que assumiu interinamente, convocou eleição e foi eleito para terminar o mandato tampão, mas o que pouca gente sabe é que esse mesmo Leco era vice do Juvenal em 2008.

Leco foi eleito para terminar o mandato, que encerrou em Abril de 2017 e foi reeleito para comandar até Dezembro de 2020. Sim nesse tempo foi aprovado um estatuto que transfere a eleição de Abril para Dezembro e que o presidente tem direito a salário de R$ 27.500 por mês.

Enquanto acontece essa palhaçada na presidência do São Paulo, o time brigou 3 vezes contra o rebaixamento e faz contratações a base de oportunidade.

E como falam em ser campeão com a bagunça que está na presidência?

E você SPNauta qual a sua opinião? Deixe nos comentários!

Matheus Couto é estudante de Comunicação Social – Radio TV, torcedor fanático do São Paulo. Escreve toda segunda-feira nesse espaço.

Twitter:@mathcoutoficial
Instagram:@mathcoutooficial

ATENÇÃO: O conteúdo dessa coluna é de total responsabilidade de seu autor, sendo que as opiniões expressadas não representam necessariamente a posição dos proprietários da SPNet ou de sua equipe de colaboradores.