Na Rede – O Futebol É Surpreendente

806

Obrigado São Paulo, por me fazer errar todas as “previsões” que eu não queria acertar de

maneira alguma. Cheguei a pedir para que o time não se classificasse para a fase final do paulista, visto o que estava jogando. Mas o futebol é surpreendente e o Vagner Mancini fez o que todos falavam, escalou a turma de Cotia, naquele momento o melhor a se fazer. E se hoje o tricolor está na final do paulista os garotos tem uma grande porcentagem.

Quando o time avançou diante do Ituano e foi confirmado que o tricolor enfrentaria o Palmeiras, logo pensei que seria mais um ano sem chegar as finais, muito porque o segundo jogo aconteceria no campo do adversário e historicamente o nosso time tem um problema em jogar nuns estádios. Vide os anos que não conseguia vencer o Athletico Paraense na Arena da Baixada. Mas o decorrer da semana as coisas pareceram favoráveis ao São Paulo, Cuca iniciando o trabalho e com a semana dedicada somente aos treinos enquanto o adversário jogou e foi derrotado na libertadores.

Mas mesmo perdendo na Libertadores, é o Palmeiras. Apontado como um dos melhores times do país. Só que o Cuca conhece bem o adversário já que ele iniciou a montagem daquele time, e o que ele esperava e de fato aconteceu foi a blitz do adversário em busca do gol durante os 15, 20 minutos da etapa inicial. Passados esse tempo, ficou claro que a proposta do tricolor era tentar levar para os pênaltis. Algo bastante arriscado.

Só graças ao nosso sistema defensivo, deu certo e o São Paulo conseguiu levar um jogo que o Palmeiras era favorito para a decisão por pênaltis e afastar parcialmente o fantasma de só perder jogando no Allianz Parque. E ao mesmo tempo já pensei “Eles têm o Fernando Prass”, mas lembrei que uma das características do Volpi é defender pênalti.

Quando vi que Carneiro, Everton Felipe e o próprio Tiago Volpi estavam entre os batedores, novamente pensei já era paulistão, mas é como dizem o futebol é uma surpresa. Carneiro bateu com aquele misto de frieza e categoria, só podia ser uruguaio para fazer isso numa decisão de pênaltis e até que enfim fez algo de bom para o São Paulo já que ganhar bola alta não consegue. E o Everton Felipe também bateu firme e guardou, ótimo. Agora Tiago Volpi, você é goleiro, e que eu saiba não treina pênalti. Não era hora de arriscar, mas está de parabéns por logo após desfazer a “besteira” e colocar o tricolor na final depois de 16 anos.

No começo do ano não tinha nenhuma esperança de título esse ano, por causa da forma que começou o ano para o tricolor e a bagunça institucional que a cada dia ganhava força nos debates esportivos. Ficou fora da libertadores, mas ainda era começo de temporada então conseguiram fazer o “melhor” que podiam naquele momento, colocar um técnico no lugar do aprendiz, que aos poucos foi encontrando a forma de jogar. Quando se faz planejamento de temporada com ela já em andamento é normal 1X1 contra o São Caetano, mas para o torcedor é inadmissível, por isso que naquele momento não tinha expectativa com esse time. Mas dado essa mudança, acho que já posso imaginar coisas melhores do que brigar pela sul-americana no brasileirão. No mais, VAMOS SÃO PAULO.

SPNauta, qual é a sua opinião? Deixe nos comentários!

Matheus Couto é estudante de Comunicação Social – Rádio TV, torcedor fanático do São Paulo. Escreve toda segunda-feira nesse espaço.

ATENÇÃO: O conteúdo dessa coluna é de total responsabilidade de seu autor, sendo que as opiniões expressadas não representam necessariamente a posição da SPNet ou de sua equipe de colaboradores.