1935 – Portuguesa exagerou ao rescindir com Renan?

169

Nesta terça-feira o São Paulo FC teve um torcedor que além de ser cria do clube foi peça importante para conquista do mundial do SPFC em 2005. Estamos falando do volante Renan que atualmente estava jogando na Portuguesa na séria A2 do Paulista.

Como a Portuguesa não se classificou para próxima fase da segundona do paulista, Renan que estava de férias forçadas fez algo que para ele é comum que é ir ao Morumbi e torcer pelo tricolor.

Porém o atleta da Lusa e São Paulino assumido não imaginava que essa situação iria custar seu emprego na Portuguesa.

Como todos sabem o Renan esteve presente na arquibancada contra o Trujillanos e chamou a atenção de todos pois o seu comportamento era identico de um torcedor fanático. Pulava, gritava e cantava com a torcida o tempo todo! Comportamentos que foram registrados por diversos torcedores e publicado nas redes sociais.

Os vídeos e fotos de sua presença no Morumbi acabou viralizando na Internet até chegar na diretoria da Portuguesa. A Portuguesa não contente com a postura de Renan, simplesmente resolveu rescindir contrato com o atleta.

A Portuguesa que é um time tradicional de São Paulo tem seus motivos para dispensar o Renan que usou de suas férias forçadas para acompanhar o tricolor. Porém, a Portuguesa sabe que o atleta é da categoria da base do time, tem sua imagem relacionada ao time e o próprio já se declarou antes mesmo que é torcedor do São Paulo. O Volante de 31 anos que inclusive é melhor do que muitos que estão no atual elenco está livre no mercado. Será que não haveria espaço no time para ele? Como já citado, ele é melhor do que muitos que estão no atual elenco e quanto a Portuguesa, ela exagerou na rescisão? Se você fosse diretor do São Paulo FC e visse que um atleta em seu horário de folga estivesse acompanhando uma partida de um outro time e torcendo em campo você também tomaria as mesmas atitudes?

Vale lembrar que no São Paulo temos o Calleri que é torcedor do Boca e inclusive usa o número da camisa 12 em homenagem ao clube argentino.

mauricio renan spfc1935

Maurício Renan é administrador de empresas e atualmente atua na area comercial. É idealizador e administrador do site SPFC1935. Escreve nesse espaço todas as sextas-feiras.

ATENÇÃO: O conteúdo dessa coluna é de total responsabilidade de seu autor, sendo que as opiniões expressadas não representam necessariamente a posição da SPNet ou de sua equipe de colaboradores.

5 COMENTÁRIOS

  1. Saiu injustiçado, não tava mal aqui mas a torcida pegou no pé naquele tempo…(raro caso, em que achei que a torcida não tinha razão). Razão: foi um dos primeiros volantes de menos habilidade que apareceu por aqui depois da era Josué-Mineiro que mal acostumou o torcedor. Vi em ação em times onde esteve emprestado e jogou até bem no Cruzeiro e Atlético. Depois sumiu. A volta dele ao SPFC hoje seria uma correção da falha cometida com ele no passado. Não só pq ele é são-paulino (então minha avó merecia ir pro gol, é são paulina! rsss) mas pela INJUSTIÇA. No São Paulo se deu e se dá chance demais a jogador muito inferior ao Renan. Sem falar que Ganso ganha 300 mil e Wesley (as vezes nem banco pega) ganha 400.

  2. Não sei se seria uma boa. Gostava muito do futebol dele naquela época, mas, pq está num time que hj habita a 3.a divisão? E está prestes a cair mais? Tenho minhas dúvidas mas sou daqueles q se o cara é sao-paulino declarado, merece pelo menos ser observado. Tivemos ótimos exemplos no passado, como Aloísio Chulapa e Leandro Gianechinni. Chame para treinar, participar de coletivos, sem compromisso. Quem sabe??