Rumo ao São Paulo, Wesley deixa o Verdão após passagem conturbada

63

Globoesporte.com

Volante se despede do Palmeiras nesta sexta-feira sem deixar saudade no clube. De esperança a desafeto dos dirigentes, jogador vinha treinando separadamente no CT

De contratação milionária, com direito a tentativa de participação da torcida na arrecadação, a uma saída pelas portas do fundos. Assim se resume a trajetória de Wesley no Palmeiras, do início de 2012 a fevereiro de 2015.

Depois de três anos no clube, o volante se despede do Verdão nesta sexta-feira com 103 partidas, 12 gols, os títulos da Copa do Brasil de 2012 e do Campeonato Brasileiro da Série B de 2013, sem deixar saudade nos dirigentes e torcedores alviverdes.

Seu destino é o rival São Paulo, clube com o qual assinará contrato de quatro anos e é esperado na próxima semana.

Publicidade

Nesta sexta-feira, último dia de seu contrato com o Palmeiras, Wesley postou uma indireta numa rede social:

– Bom dia! Hoje, com certeza, será um bom dia!

Agora barrado no Verdão, Wesley viveu realidade totalmente diferente no início da sua trajetória. Para reforçar o plantel comandado por Luiz Felipe Scolari, o presidente Arnaldo Tirone e o vice Roberto Frizzo foram ao mercado e acharam na Alemanha uma opção para agradar ao exigente treinador e resgatar a confiança dos torcedores. Depois de se destacar com a camisa do Santos na conquista do Paulista e da Copa do Brasil de 2010, Wesley foi vendido para o Werder Bremen. Mas, quase dois anos depois, viu com interesse a possibilidade de retornar ao Brasil.

Com problemas no caixa, o Verdão tentou uma manobra inédita e lançou o site www.wesleynoverdao.com.br para atrair investimentos dos torcedores. No sistema crowdfunding, o clube “vendeu” cotas de R$ 100 e tinha como objetivo arrecadar os R$ 21.377.300,00 necessários para bancar os custos da transferência (R$ 13 milhões ao clube alemão e cerca de R$ 8 milhões em custos bancários, participação do Santos como clube formador e comissão ao site organizador do projeto).

No início de março de 2012, um mês depois da campanha, os alemães liberaram Wesley para assinar com o Verdão. Depois de arrecadar menos de R$ 500 mil, o clube apresentou garantias financeiras para sacramentar a negociação. E assim o volante foi liberado para estrear. Mas em abril, uma lesão no joelho direito fez o jogador perder quase toda a temporada.