Surto de dengue em Rio Claro faz São Paulo se prevenir com repelente

60

Globoesporte.com

Surto de dengue em Rio Claro faz São Paulo se prevenir com repelente

O São Paulo vai se prevenir para não ter ninguém afetado pelo surto de dengue que afeta a cidade de Rio Claro, no interior paulista, onde o Tricolor jogará domingo, às 16h, no estádio Augusto Schmidt, pelo Paulistão.

A prefeitura local declarou epidemia da doença no último dia 16, com mais de 1.270 casos confirmados. Entre eles, o atacante Rodolfo, ex-Palmeiras, e o meia Nenê Bonilha.

Por isso, o São Paulo fará toda a delegação usar repelente para evitar picadas do mosquito que transmite a doença.

Publicidade

– O ideal seria nem ter o jogo, porque é um problema de saúde pública. O jeito será adotar a única forma de prevenção: usar o repelente – disse o médico do São Paulo, José Sanchez.

Questionado sobre o assunto, o técnico Muricy Ramalho usou bom humor, mas também confirmou a medida de precaução.

– Não precisa nem ir até lá. É só ficar uma tarde aqui no CT. Vamos levar repelente – afirmou.

Líder o Grupo 1, com 16 pontos, o São Paulo não deverá usar Dória diante do Rio Claro. O zagueiro sente dores no tornozelo direito e provavelmente será poupado, segundo Muricy. Rafael Toloi, com dores na coxa esquerda, é dúvida.

Carlinhos, com lesão no joelho esquerdo, está fazendo treinamentos físicos, mas ainda não tem data para retornar. Assim, o possível time do Tricolor é o seguinte: Rogério Ceni; Bruno, Rafael Toloi (Lucão), Edson Silva e Reinaldo; Denilson, Souza, Michel Bastos e Ganso; Alexandre Pato e Luis Fabiano.