Atuações do São Paulo: Ceni falha em noite de expulsões de Toloi e Michel

64

Fonte: Globo Esporte

ROGÉRIO CENI – GOLEIRO
Teve influência direta na derrota ao falhar na reposição que originou o primeiro gol palmeirense. É claro que o mérito de Robinho no chute é muito maior, mas Ceni não afastou a bola como deveria.. Nos outros dois gols, não teve o que fazer.
Nota:3,0

BRUNO – LATERAL-DIREITO
Protagonizou o lance mais bisonho do primeiro tempo ao furar uma bola no ataque e desperdiçar uma das poucas jogadas criadas no setor. Errou tudo que tentou no segundo tempo. Dos reforços contratados, é quem está devendo mais.
Nota:3,5

RAFAEL TOLOI – ZAGUEIRO
Nervoso, foi expulso corretamente aos sete minutos do primeiro tempo ao revidar uma cotovelada que recebeu de Dudu.
Nota:1,0

Publicidade

LUCÃO – ZAGUEIRO
Procurou fazer o simples para não se complicar na defesa. Com a entrada de Edson Silva, foi para o lado direito da zaga.
Nota:
5,0

CARLINHOS – LATERAL-ESQUERDO
Como o time ficou com um a menos e o Palmeiras seguiu em cima o tempo todo, ficou no campo defensivo durante todo o primeiro tempo. No começo do segundo tempo, falhou feio no terceiro gol ao perder o tempo da bola no cruzamento de Zé Roberto.
Nota: 4,0

DENILSON – VOLANTE
Terá péssimas recordações do jogo de número 200 com a camisa do São Paulo. Como todo o time, esteve perdido em campo durante os 90 minutos.
Nota:5,0

HUDSON – VOLANTE
Uma das novidades do time, lutou o tempo todo. Merece ser observado como titular.
Nota: 5,5

PAULO HENRIQUE GANSO – MEIA
Vive fase muito ruim. Foi mantido em campo após a expulsão de Rafael Toloi e pouco participou do combate defensivo. No ataque, não acrescentou nada.
Nota:
3,0

CENTURIÓN – ATACANTE
Entrou no intervalo quando a partida já estava definida e pouco pode fazer.
Nota: 5,0

MICHEL BASTOS – MEIA
Ajudou Carlinhos no setor defensivo e pouco conseguiu fazer no campo de ataque, já que o São Paulo não se organizou na etapa inicial. Foi expulso no segundo tempo por acertar Arouca.
Nota:3,0

ALEXANDRE PATO – ATACANTE
Obrigou Fernando Prass a fazer boa defesa no começo da partida. Foi sacrificado por Muricy Ramalho para que a defesa pudesse ser recomposta com a entrada de Edson Silva. Sem ele, time perdeu velocidade na frente.
Nota:Sem nota

EDSON SILVA – ZAGUEIRO
A sua entrada não fez o São Paulo atuar de maneira mais organizada. Rebateu todas as bolas para não complicar ainda mais a partida.
Nota: 5,0

ALAN KARDEC – ATACANTE

Jogando diante do seu ex-time, não se incomodou com as críticas e tentou. Caiu pelos lados, lutou pelo alto, tentou fazer o que estava ao seu alcance.
Nota:5,5

BOSCHILIA – MEIA
Entrou aos 37 minutos do segundo tempo e não teve tempo para nada.
Nota: Sem nota