Capitão, Rogério diz que decisão de manter Muricy no comando foi correta

61

GloboEsporte.com – Marcelo Prado

Na coletiva de quinta-feira, o próprio vice-presidente de futebol do São Paulo, Ataíde Gil Guerreiro, afirmou: o goleiro e capitão Rogério Ceni foi um dos principais responsáveis pela permanência do técnico Muricy Ramalho no comando do São Paulo. Na quarta-feira, ele participou da reunião com o treinador, Ataíde e o gerente de futebol, Gustavo Vieira de Oliveira .  Na saída do gramado do Morumbi, após o jogo contra o Linense, ele comentou o episódio e deixou claro que concordava com a decisão tomada.

– Qualquer troca em cima de um jogo importante, como teremos, é muito complicada. Fui na reunião como capitão, solicitaram a minha presença. A diretoria julgou que o Muricy é capaz de arrumar as coisas, enquanto o Muricy se sente competente para continuar – afirmou o goleiro.

Num intervalo de quatro dias, Ceni foi das críticas por ter falhado no gol marcado por Robinho, do Palmeiras, aos elogios por ter feito um dos gols da vitória por 3 a 0 sobre o Linense. O camisa 1, quando questionado sobre o assunto, demonstrou irritação.

– Não sei a razão de vocês falarem tanto. No primeiro lance, houve um recuo, a bola quicou no gramado e bati de tornozelo. No segundo lance, sim, houve uma falha, a bola estava muito alta e achei que ela bateria na rede por cima do gol – explicou.

Sobre a partida deste domingo, o goleiro elogiou a produção da equipe no segundo tempo.

– O segundo tempo foi legal, o primeiro foi muito ruim, não conseguimos penetrar. A entrada do Kardec ajudou, o time melhorou com uma referência. O Kardec cavou a falta e o gol de falta saiu. Depois, o time se soltou mais na partida e conseguiu entrar mais na defesa do Linense.

São Paulo x Linense, Campeonato Paulista (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)Jogadores comemoram com Rogério o primeiro gol do São Paulo (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)

2 COMENTÁRIOS