Muricy nega volta em 2015 e admite emoção por nome gritado no Morumbi

100

SporTV.com

Muricy Ramalho não pensa em voltar a trabalhar em 2015 – e nem mantém conversa com o São Paulo nesse sentido. Satisfeito com a nova rotina de “cidadão normal”, o técnico revelou que o pensamento atual é cuidar da saúde e que deseja “ficar um tempo descansando”. No entanto, abriu a possibilidade de voltar como treinador se tiver “alguma coisa muito boa”. Mas indica que sua intenção seria atuar como superintendente. O ex-comandante tricolor, hoje dez quilos mais magro do que quando estava à beira do campo, foi operado no dia 16 de abril para a retirada da vesícula  .

– Estou voltando a ser o que gosto: um cidadão normal, como qualquer um. O pensamento é me cuidar muito este ano. A não ser que tenha alguma coisa muito boa mais para frente como técnico ou uma possibilidade de superintendente, ligado ao futebol (…) Agora não estou com vontade de voltar, sinceramente. A rotina é dura. Começo a pensar que estando lá tem que fazer a lista (de atletas relacionados). Agora a lista é só de supermercado. E eu faço mesmo, vou atrás da minha mulher riscando o que nós vamos comprando. Mas não quero voltar não (agora), quero ficar um tempo descansando – disse, em entrevista exclusiva ao SporTV.

Muricy Ramalho São Paulo x Marília (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)Muricy Ramalho em ação pelo Campeonato Paulista deste ano (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)

O São Paulo conquistou uma importante vitória na última quarta-feira contra o Cruzeiro por 1 a 0, no Morumbi, no jogo de ida das oitavas de final da Taça Libertadores. Um momento que emocionou Muricy Ramalho foi no início da partida, quando milhares de torcedores gritaram o seu nome e o de Telê Santana.

– Eu estava em casa sozinho vendo o jogo. Imagina. Eu me emocionei muito, até porque a gente não espera. Ainda mais no Brasil, é difícil qualquer torcida gritar o nome do treinador – disse.

Joanna de Assis e Muricy Ramalho (Foto: Reprodução do SporTV)Muricy Ramalho recebeu o SporTV na sua casa (Foto: Reprodução do SporTV)

Também com uma grande importância na história do São Paulo, Telê Santana foi a grande inspiração de Muricy Ramalho em sua formação como técnico de futebol. Além dos aprendizados sobre a profissão, Muricy também acompanhou o fim da carreira do “Mestre”, que foi obrigado a encerrar suas atividades no futebol por conta de uma isquemia cerebral, aos 65 anos.

– Tive um professor que me fez ser técnico, que é o Telê. Parece que eu via no futuro o que ia acontecer. Vi ele passar tudo. Vi alegria, tristeza, doença. Me preocupa. Vi como aconteceu (o problema de saúde) com ele. E foi pelo futebol também. Era um cara muito dedicado, tanto é que morava no CT. Eu queria fazer tudo o que ele fez no futebol, mas não acabar como ele acabou. E é mais ou menos nessa idade que eu estou agora que começaram os problemas com ele. Não quero que aconteça comigo – afirmou Muricy, que completa 60 anos em novembro .

Muricy Ramalho também revelou que, para estar se sentindo bem, passou por um trabalho para ficar mais relaxado, pois sentia dores também pela questão emocional. Porém, apesar de procurar ficar mais tranquilo, não abandonou o futebol. Muricy disse ter acompanhado a vitória do River Plate por 1 a 0 sobre o Boca Juniors, pela Libertadores, e o triunfo da Ponte Preta por 2 a 1 pelo Moto Club, na Copa do Brasil.

7 COMENTÁRIOS

  1. Ele só volta depois que o Luxemburgo, Sampaoli ou o Cuca montar um time. Ele é tão fraco que o Cruz Credo é muito melhor como técnico.

  2. impressionante como tem nego q ainda cai na labia desse burro vagabundo, ficam endeusando esse bosta, nosso time foi saco de pancada em mata-mata graças a esse FDP incompetente

  3. O anta suprema falou…Entenda-se o contrário. A Jogada desse incompetente é jogar verde para conseguir comer maduro O que nega é o que quer. E o que quer é a volta da mordomia enquanto afunda o S. Paulo com sua incompetência. O S. Paulo melhorou e muito com sua saida. Precisamos acabar com a limpa no elenco aposentando o papa frango (estou com medo que tome frango decisivo contra o Cruzeiro. Em B.H ocorreu o episódio da água para o Ronaldinho) Outro que deveria dar adeus imediatamente é o mau elmento, afunda time, o vendedor de pipocas, rei das banheiras e das expulsões. …..

    • Vai ser um jogo muito duro lá, sobretudo se eles fizerem um gol primeiro. Meu maior medo nao é RC nem LF lá: é o Milton Cruz. Contra os gambás entrou com três volantes e um atacante precisando ganhar o jogo.

  4. Ninguém pode negar que o Boneco de Posto fez um bem danado ao time….

    NO MOMENTO EM QUE SAIU.

    Impressionante como o time melhorou após a sua saída, ficou compacto, marcando em cima, criando chances de gol, muito diferente de quando o inútil comandava.

    Agora esses jumentos fica gritando pela volta desse incompetente chega ao cúmulo do absurdo.

    São por essas e outras que não nos livramos dos entulhos Pipoca e Mum-ra

    • Se for contratado um técnico estrangeiro ele volta, a diretoria do São Paulo adora imitar as bobagens que os outros fazem (lembra do técnico Careca do Palmeiras? acho que ele inspirou a tal espera do Sabella). Espera o cara se complicar e depois chamam a anta de volta…Nao deu certo. O time tá mais solto e deve continuar colaborando legal se vier um técnico bom. Desconfio que haja um acordo sigiloso pro Luxa vir assim que o Fla cair na Copa do Brasil, e que o Cuca é o plano B.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor entre com seu comentário!
Entre seu nome aqui

um × quatro =