Kardec se recusa a entregar faixa ao Corinthians: “Ficaria incomodado

29

UOL

Guilherme Palenzuela

  • Rubens Cavallari /Folhapress

O São Paulo treinou nesta sexta-feira (20) no CT da Barra Funda um dia depois de vencer o Atlético-MG por 4 a 2 no Morumbi e ajudar indiretamente o rival Corinthians, que celebrou o título do Brasileirão com três rodadas de antecedência. Autor de dois gols na vitória, o atacante Alan Kardec concedeu entrevista coletiva e disse que se sentiria “completamente incomodado” se tivesse de entregar a faixa de campeão aos jogadores rivais.

“Eu não tenho a mínima vontade de fazer isso. Não lembro de ter acompanhado alguém que tenha feito isso, ainda mais num clássico. Passa bem longe da minha cabeça, ficaria completamente incomodado”, falou o atacante, que também defende que o São Paulo não tem de pensar em “carimbar” a faixa do rival.

“É sempre importante vencer os clássicos, e a verdade é só uma: se nós vencermos para o Corinthians não muda nada, mas para nós, se não vencermos, podemos sair do G-4. Temos que pensar no nosso papel, sem pensar em carimbar a faixa”, falou.

O presidente do Corinthians, Roberto de Andrade, falou sobre o tema minutos antes em entrevista coletiva e disse que não há programação para que os são-paulinos entreguem a taça, mas afirmou que veria a iniciativa com bons olhos desde que o São Paulo concordasse: “Nós temos a informação que vamos receber a taça neste domingo, então é jogo de festa. Em relação à entrega das faixas, não vejo problema algum (de os são-paulinos entregarem). Desde que eles concordem, está tudo bem. Se eles não concordarem, não tem o que fazer. Mas se concordarem, até vejo com bons olhos”, disse.

Autor de um dos gols que ajudou a rebaixar o Corinthians para a segunda divisão no fim de 2007, ainda pelo Vasco, Kardec revelou que tem ouvido brincadeiras por ter marcado os gols que garantiram a vitória do São Paulo e consequente título corintiano.

“Existem algumas partidas que ficam marcadas diretamente, que as pessoas lembram, como essa de 2007, a de ontem não sei se ficará marcada porque eles tiveram uma campanha muito boa. Mas eles não foram rebaixados por aqueçla partida e não foiram campeões nesse ano por causa do nosso jogo. Eles tiveram méritos no título. Não tem muito o que falar em relação  isso, isso é muito pro tocedor, que brinca. Já escutei situações de ontem pra hoje”, disse.

“Alguns amigos corintianos falando que eu ajudei indiretamente no título do Corinthians, mas não é bem assim. Acho que esse mérito é total do Corinthians”, completou.

 

2 COMENTÁRIOS