Milton Cruz faz treino com 12 titulares e mantém dúvida no meio do São Paulo

54

GloboEsporte.com

Marcelo Prado

Carlinhos e Hudson disputam uma vaga para a partida deste sábado, contra o Figueirense, no Morumbi, pela penúltima rodada do Campeonato Brasileiro

Milton Cruz, São Paulo (Foto: Érico Leonan / saopaulofc.net)

Milton Cruz deixa dúvida na escalação do São Paulo (Foto: Érico Leonan / saopaulofc.net)

Uma vaga no meio-campo que está sendo disputada entre Carlinhos e Hudson. Essa é a dúvida do técnico Milton Cruz para montar o São Paulo para a partida deste sábado, contra o Figueirense, pelo Campeonato Brasileiro. Para não dar pista da formação que será utilizada, o treinador escalou os dois jogadores e montou o time titular com 12 peças no treino realizado na manhã desta quinta-feira, no CT da Barra Funda.

Se escolher por Carlinhos, Milton Cruz repetirá uma escalação usada por Juan Carlos Osorio no clássico contra o Palmeiras, quando a equipe fez uma das melhores partidas na temporada e só não venceu devido a uma falha do goleiro e capitão Rogério Ceni no final da partida. Nessa formação, Thiago Mendes voltaria a atuar como primeiro volante. Com Hudson, ele jogaria como segunda peça do meio-campo.

Ganso volta a treinar com bola e tem retorno confirmado no São Paulo

O time titular teve a seguinte formação no treino: Denis; Bruno, Rodrigo Caio, Lucão e Matheus Reis; Hudson, Thiago Mendes, Carlinhos, Michel Bastos e Paulo Henrique Ganso; Alexandre Pato e Luis Fabiano. Os reservas atuaram com a seguinte formação: Renan Ribeiro; Auro, Lyanco, Edson Silva e Reinaldo; João Schmidt, Wesley, Daniel e Centurión; Wilder, Alan Kardec e Centurión.

Após o treino tático de aproximadamente uma hora, Milton passou a fazer um treino de bola parada, trabalhando posicionamento defensivo em cobranças de escanteio, que tem sido uma grande deficiência da equipe.

Com 56 pontos na tabela de classificação, o São Paulo depende de duas vitórias contra Figueirense e Goiás para garantir a vaga na Libertadores de 2016 sem depender dos outros resultados.

3 COMENTÁRIOS

  1. Outra boa tática também seria o 3-5-2:

    ——————— Renan ———————–
    ——- Lyanco – R.Caio – Lucão ————
    Auro – T.Mendes – Schmidt – M.Bastos
    ——————— Daniel ————————
    ——— Kardec ———– Rogério ———–

    Auro jogaria melhor de ala no 3-5-2 ou 3-4-3, e M. Bastos teve seu melhor momento no SP na esquerda. É isso que o SP precisa atualmente, uma tática de 3 zagueiros, já que não temos laterais que marcam. Laterais/alas como Cicinho e Junior, jamais o tricolor terá, esses dois atacavam de ala no 3-5-2 e defendiam como laterais. É só trazer uma ala esquerdo de verdade e bora no 3-5-2.

  2. Para de inventar Miltão. O esquema é esse:

    —————— Renan ——————–
    Auro – Lyanco – R. Caio – M. Reis
    ————- Thiago Mendes ————
    ——— Daniel ——- M. Bastos——
    Centurión —– Kardec —– Rogério

    – Bruno: não defende nem ataca na LD. Nessa lateral direita coloca Auro que só ataca, ou Hudson que só defende.
    – Thiago Mendes: unico volante que temos a nivel do tricolor.
    – Ganso: sempre displicente.
    – Daniel: o eterno reserva do Ganso, nem com ele contundido o Daniel não entra, acho que está rolando algum boicote, não é possível.
    – M. Bastos: não é ponta direita, pelo amor de Deus! Bastos teve seu melhor momento no SP na meia esquerda.
    – Centurión: já mostrou ser decisivo em jogos importantes, e jogou muito bem na ponta direita, entraria com ele na direita, mas parece ser o mesmo caso de Daniel, parece que há um boicote.
    – Rogério: joga bem na esquerda, já tem que tomar o lugar de Pato, pois este já anda com a cabeça na Europa.

    Se fosse o Milton eu escalaria o time assim com dois meias e impediria os laterais e o T. Mendes de subir ao ataque, já que tem dois meias pra armar e dois belos cruzadores (Centurión e Rogério).