Rival eliminado, taça e goleada: Palmeiras retoma boa campanha em clássicos

60

UOL

Diego Salgado

  • Palmeiras pode reencontrar o São Paulo na fase de grupos Libertadores 2016

    Palmeiras pode reencontrar o São Paulo na fase de grupos Libertadores 2016

O Palmeiras conseguiu erguer a taça da Copa do Brasil no último dia 2, após vitória nos pênaltis sobre o Santos. Ao fim da temporada, o torcedor tem mais um motivo para comemorar: o time alviverde conseguiu, depois de três temporadas, retomar o bom desempenho nos clássicos paulistas.

Além da vitória sobre a equipe santista na final da competição nacional, o Palmeiras ainda eliminou o Corinthians em plena arena do rival, após um empate por 2 a 2 no tempo normal e um triunfo nos pênaltis. Também aplicou duas goleadas sobre o São Paulo em casa.

Em 2015, o Palmeiras disputou 14 clássicos, com seis vitórias, três empates e cinco derrotas. O aproveitamento é de exatos 50%. Na comparação com os últimos três anos, o desempenho é positivo.

Nesse período, a equipe paulista disputou 22 partidas e venceu apenas duas vezes. O time empatou outras sete partidas, conquistando 19,7% dos pontos. A melhor campanha do time alviverde contra os rivais se deu em 2013. Naquela ocasião, o Palmeiras faturou 33,3% dos pontos disputados: foram quatro empates nos quatro clássicos.

No ano passado, o aproveitamento desabou e chegou 18,5%, em patamar parecido ao registrado em 2012, no ano em que o clube foi rebaixado no Brasileirão após cinco derrotas contra os rivais na competição.

Neste ano, o Palmeiras também conseguiu derrotar Corinthians, Santos e São Paulo. O fato não ocorria desde a temporada 2011, quando a equipe alviverde chegou aos 63,3% de aproveitamento nesses confrontos.

Apesar de ter sido derrotado pelo Corinthians no primeiro clássico do Allianz Parque, na primeira fase do Campeonato Paulista, o Palmeiras deu o troco ao bater o rival por 2 a 0 em Itaquera, em jogo válido pelo Brasileirão — antes, já havia batido o time alvinegro na semifinal do estadual. As equipes ainda empataram por 3 a 3, no último encontro da temporada.

O Palmeiras passou ileso contra o São Paulo, com duas vitórias em casa (3 a 0, no Paulistão, e 4 a 0, no Brasileiro), além de um empate com um gol de cobertura de Robinho no último minuto, no Morumbi.

Diante do Santos, o fator casa fez a diferença. Os mandantes venceram todos os confrontos. O Palmeiras perdeu os quatro jogos disputados na Vila Belmiro, incluindo a final do estadual, com derrota também nos pênaltis. No Allianz Parque, o time alviverde conseguiu três vitórias.

Libertadores

Pela terceira vez na história, Corinthians, Palmeiras e São Paulo disputarão a mesma edição da Libertadores. Isso já ocorreu em 2006 e 2013. Apesar disso, o Palmeiras só encontrou um rival no torneio há nove anos.

Naquela oportunidade, o Palmeiras acabou eliminado pelo São Paulo nas oitavas de final. O time alviverde nunca bateu o rival pela Libertadores: em oito jogos (1974, 1994, 2005 e 2006), foram seis derrotas e dois empates.

O retrospecto é positivo diante do Corinthians: são seis partidas, com três vitórias para cada equipe. O Palmeiras, porém, eliminou o time alvinegro em duas decisões por pênaltis (nas quartas de final de 1999 e na semifinal de 2000).

O Palmeiras pode encontrar os rivais já na fase de grupos da Libertadores. Isso porque Corinthians e São Paulo devem ser cabeças de chave. O sorteio das oito chaves da competição ocorre no próximo dia 22, em Luque, no Paraguai.

Confira o desempenho do Palmeiras em clássicos nas últimas cinco temporadas:

2011: 10 jogos
Quatro vitórias, três empates e duas derrotas: 63,3%
2012: 9 jogos
Uma vitória, um empate e sete derrotas: 14,8%
2013: 4 jogos
Quatro empates: 33,3%
2014: 9 jogos
Uma vitória, dois empates e seis derrotas: 18,5%
2015: 14 jogos
Seis vitórias, três empates e cinco derrotas: 50%

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor entre com seu comentário!
Entre seu nome aqui

12 + onze =