Bolívia só tinha vencido um jogo de Libertadores no Brasil

81

PVC

Na história da Libertadores, houve 46 visitas de clubes bolivianos ao Brasil antes do vexame do São Paulo na 46a partida em solo brasileiro. Antes do gol de Alonso para o Strongest, só o Atlético Paranaense havia sido derrotado por um rival da Bolívia em estádio brasileiro. Aconteceu em 2002, ano em que o Atlético Paranaense representava o país como campeão nacional, perdeu por 2 x 1 para o Bolívar e foi eliminado em último lugar numa chave com América de Cáli e Olmedo do Equador.

No total das visitas de bolivianos ao Brasil, foram 42 vitórias brasileiras, 3 empates e uma derrota.

O primeiro bom resultado da Bolívia no Brasil também foi contra o São Paulo. Em 1974, o Deportivo Municipal empatou com o Tricolor por 3 x 3, gols de Terto, Nelson e Pedro Rocha para o clube brasileiro, Linarers duas vezes e Llado para o clube boliviano.

Houve só mais dois empates. Também o São Paulo contra o San José de Oruro em 1992 e do Flamengo contra o Bolívar em 2014.

Nas duas vezes em que deu vexame contra bolivianos, o São Paulo foi à final. Em 1974, foi vice-campeão, em 1992 ganhou seu primeiro título.

Contra o Strongest, o São Paulo apresentou velhos defeitos. A fragilidade apareceu na defesa na jogada ensaiada depois de escanteio do Strongest. No ataque, 68% de posse de bola e pouca infiltração. Também pouca pontaria. Foram 20 chutes a gol, apenas quatro no alvo.