Ataíde Gil Guerreiro explica saída de Milton Cruz do SP: “Mundo mudou”

180

UOL

  • Ataíde explicou como aconteceu a demissão de Milton Cruz

    Ataíde explicou como aconteceu a demissão de Milton Cruz

O ex-vice-presidente de futebol do São Paulo, Ataíde Gil Guerreiro, explicou as razões que levaram o clube a demitir Milton Cruz, funcionário que trabalhou no clube durante 22 anos.

Em entrevista ao programa “Boa noite Fox”, Ataíde ressaltou que Milton Cruz deixou de integrar a comissão técnica fixa do elenco tricolor por um pedido de Edgardo Bauza, que não queria ninguém de fora da sua comissão trabalhando com os atletas. No entanto, a intenção foi aproveitar o talento de Cruz em outra função.

“Poucas pessoas tem a capacidade nata de descobrir talentos como o Milton. O Bauza queria a comissão dele, disse que não queria ninguém dentro da comissão. Eu disse para o Milton que o mundo mudou. Hoje, usa-se tecnologia. Contratei dois funcionários da parte de scout do Corinthians. Eu disse para ele: ‘com a sua capacidade, mais a tecnologia, ninguém vai te superar. Vamos te dar treinamento, pode ser na Europa, onde você quiser.’ Mas ele gostava do campo, onde não tinha lugar pra ele”, explicou Ataíde.

Ainda de acordo com o dirigente, Milton Cruz acabou ficando subdimensionado para o quanto recebia no clube. Além disso, Ataíde salientou que o ex-auxiliar técnico não se adaptou ao cargo de coordenador.

“Queríamos ele fazendo este tipo de scout, mas ele acabou não se adaptando. Foi uma pena, pois ele tem um grande caráter e todos gostam dele no São Paulo, mas o mundo muda”, concluiu o dirigente.

1 COMENTÁRIO

  1. O Milton Cruz entrou na do Abílio, virou garoto de recados e se ferrou. Achou que o o Abílio tinha “bala” para mandar no clube e por consequência ele MC se tornaria intocável. Burro foi usado pelo Abílio e perdeu o emprego, agora vai trabalhar na BR Foods de homem frango.