Bauza pede inteligência ao São Paulo para pegar o Toluca: “Nada decidido”

107

Marcelo Pradom- GloboEsporte.com

Uma equipe organizada, inteligente e que não poderá entrar na correria do Toluca no início da partida. É dessa maneira que o técnico Edgardo Bauza quer ver o São Paulo na decisiva partida desta quarta-feira, que será realizada no estádio Nemesio Diez, em Toluca, pelas oitavas de final da Taça Libertadores da América. Por ter vencido o jogo de ida por 4 a 0, o Tricolor tem a vantagem de poder perder por até três gols de diferença. Se a equipe do Morumbi fizer gols, pode perder por até quatro gols.

Edgardo bauza São Paulo (Foto: Rubens Chiri - site oficial do São Paulo FC)Edgardo bauza ainda não definiu a equipe que enfrentará o Toluca (Foto: Rubens Chiri – site oficial do São Paulo FC)

– Eles farão o mesmo que nós fizemos no Morumbi. Conheço bem a altitude de Toluca, é parecida com Quito (ele foi técnico da LDU por muito tempo). Por isso, teremos de ser inteligentes, a pressão será muito forte no começo e principalmente, nos últimos 30 minutos. A equipe terá um desenho tático um pouco diferente da que atuou em La Paz, mas o objetivo é parecido: ter um meio-campo com bastante pegada e que diminua o espaço dos adversários – afirmou o treinador.

Patón tem tido seguidas conversas com seus jogadores, avisando que apesar do placar alcançado na primeira partida, nada está definido.

Pode perguntar para cada um dos atletas. Ninguém está pensando que estamos classificados. Demos um grande passo apenas, mas falta um jogo

Edgardo Bauza

– Pode perguntar para cada um dos atletas. Ninguém está pensando que estamos classificados. Demos um grande passo apenas, mas falta um jogo. Nada está decidido. Antes de começar a série contra o Toluca, avisei que o classificado seria conhecido em 180 minutos e não em 90. É preciso respeitar e saber que o adversário tem qualidade – ressaltou.

O argentino confirmou a entrada de Wesley na equipe, mas disse que terá de aguardar pela recuperação de Maicon, que está com febre, para definir a equipe que irá a campo na próxima quarta-feira.

– Não sei se Maicon poderá jogar. Ainda temos o problema do Hudson, que está com gelo na coxa. Amanhã saberemos o time. Quanto a Wesley, vai jogar porque é a melhor opção que eu tenho dentro do que imagino para a equipe nessa partida – explicou o comandante são-paulino.

A volta de Calleri também é comemorada pelo treinador.

– Ele é muito importante, é mais do que o nosso goleador, é um jogador que ajuda bastante também, que sabe defender.