Herói tricolor, Michel Bastos vibra por torcida e agradece Reffis e Bauza

82

GazetaEsportiva.net

Michel Bastos comemora gol que deu a vitória ao São Paulo no jogo de ida contra o Atlético-MG (Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)
Michel Bastos comemora gol que deu a vitória ao São Paulo no jogo de ida contra o Atlético-MG (Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

Autor do gol de cabeça que deu vantagem ao São Paulo sobre o Atlético-MG nas quartas de final da Copa Libertadores da América, Michel Bastos era uma incógnita horas antes da partida desta quarta-feira à noite no Morumbi por causa de um incômodo na coxa direita. Limitado fisicamente, o meio-campista entrou em campo quase na metade do segundo tempo para, a cerca de dez minutos para o término do tempo regulamentar, anotar o tento tricolor. Após o duelo, o jogador de 32 anos, que há poucas semanas era criticado pela torcida, comemorou o triunfo e fez agradecimentos à equipe médica do clube e ao técnico Edgardo Bauza.

“Eu acho que tem jogos que muitas vezes você não vai ter outra oportunidade de jogar. É uma competição de dois jogos em que a gente necessita de todo mundo e eu dei o meu máximo, trabalhei forte junto com o pessoal do Reffis, que está de parabéns. Então, enfim, agora é continuar tratando porque eu ainda não estou 100%, mas com certeza nos próximos jogos vou estar bem melhor pra estar à disposição do treinador e, se Deus quiser, começar as partidas”, bradou o camisa 7, que lesionou a coxa direita quando anotou o gol na derrota são-paulina, por 3 a 1, diante do Toluca-MEX, na última quarta-feira.

“Fico feliz por ver a torcida pedir minha entrada. Agradeço a confiança do treinador porque até ontem eu era uma incógnita. Ele foi uma das pessoas que mais insistiu para que eu estivesse hoje com o grupo, Fico feliz por ter marcado um gol que nos deu uma vantagem, que não é grande, mas é importante. Agora é ir lá, nada acabou, e buscar a vaga”, conscientizou-se, relatando todo o esforço para estar presente no jogo mais importante do Tricolor, até o momento, na atual temporada.

“Até ontem (terça-feira), não tinha a certeza de estar aqui, tava difícil. Sabendo que iria ter 60 mil torcedores  nos ajudando, um jogo importante, é chato você ficar de fora, dolorido, mas  me internei lá no CT (da Barra Funda), não  me recuperei 100%. É ruim você ficar de fora, no banco, não poder estar ali em campo ajudando, mas é como eu falo: dez, cinco, vinte, noventa minutos, você tem que dar o seu melhor na partida, tive trinta minutos pra ajudar e consegui fazer isso”, celebrou.

Michel Bastos deverá ser preservado por Patón para a estreia do São Paulo no Campeonato Brasileiro, neste domingo, contra o Botafogo, no Rio de Janeiro. A ideia é ter o atleta em boas condições para a decisão de Belo Horizonte, daqui a uma semana.

“Vou fazer tratamento intenso nessa semana para poder jogar lá”, apontou o herói da noite tricolor.

Com o resultado, o tricampeão da Libertadores jogará por um empate no Estádio Independência. O Galo, por sua vez, precisa de uma vitória por dois gols de diferença para avançar às semifinais. Caso o time mineiro vença por 1 a 0, a decisão irá para os pênaltis.