Ex-diretor aponta recuo em renovação do São Paulo com Ganso

94

GazetaEsportiva.net

Paulo Henrique Lima, o Ganso, jogador do São Paulo FC, durante desembarque no Aeroporto Internacional Governador André Franco Montoro (Cumbica), em Guarulhos (SP). O Tricolor do Morumbi retorna do México, após a derrota, em 3 a 1, na partida contra o Toluca (MEX), válida pelas oitavas de final da Copa Libertadores da América 2016.
Sob o comando de Bauza, Ganso recuperou o bom futebol e vem liderando o São Paulo em 2016 (Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)

O ex-diretor de futebol do São Paulo, Luiz Antonio da Cunha, explicou seu pedido de demissão do posto em entrevista à Bandsports e esclareceu algumas questões sobre a renovação de contrato do meio-campista e líder criativo do tricolor, Paulo Henrique Ganso.

“Tivemos dois encontros com os representantes e, sim, esperava fechar essa negociação com o Ganso na minha última reunião, mas houve um recuo de uma das partes da negociação – que não foi nossa do São Paulo nem do jogador”, pontuou Cunha, deixando em aberto que o recuo pode ter vindo de representantes de Paulo ou de investidores.

“A coisa ficou em suspenso, no ar. Sempre que faço um negócio pelo São Paulo gosto de ter um terceiro, não gosto de fazer sozinho, porque se há algum desentendimento, a pessoa pode esclarecer”, completou o antigo dirigente.

Na equipe desde 2012, quando foi comprado do Santos, Paulo Henrique tem contrato com o tricolor paulista até setembro de 2017. Com medo de que o astro do time possa assinar um pré-contrato no começo da próxima temporada, o São Paulo iniciou negociações com as partes do jogador para aumentar seu vínculo com a equipe.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor entre com seu comentário!
Entre seu nome aqui

1 × 1 =