Caio Ribeiro acredita que são-paulino tem que mudar expectativa sobre time

211

SporTV.com

Enquanto o São Paulo se distancia do pelotão da frente no Campeonato Brasileiro, a situação na Copa do Brasil também começa a ficar complicada. Depois de perder por 2 a 1 para o Juventude, em pleno Morumbi, a torcida tricolor voltou a protestar contra a direção e os jogadores. Para o comentarista Caio Ribeiro, no entanto, o processo de recuperação da equipe dentro de campo passa diretamente por uma mudança de expectativa do torcedor são-paulino.

– Acho que a primeira coisa que o São Paulo e o torcedor deve fazer é um ajuste de expectativa. É entender que, tecnicamente, é um time limitado, que fez uma grande Libertadores, mas com peças que já não estão mais no elenco. Uma dessas peças era o Ganso, jogador mais criativo, e o Calleri, que era o “homem-gol”. O Cuevas é um bom jogador, o Chávez entrou bem, todos acrescentam, mas o São Paulo desse momento é pior que o da Libertadores. Então, o São Paulo não briga por título e nem por Libertadores. E, como qualquer time de meio de tabela, se você não entrar extremamente focado, concentrado e organizado, vai oscilar – afirmou.

São Paulo x Juventude Kelvin (Foto: Marcos Ribolli)Kelvin lamenta chance perdida na derrota para o Juventude, por 2 a 1, no Morumbi (Foto: Marcos Ribolli)

Caio Ribeiro afirmou ainda que essa oscilação “típica” dos times que não brigam pelo título pode ter como consequência uma aproximação perigosa da zona de rebaixamento no Campeonato Brasileiro. No entanto, o comentarista acredita que para sair de tal situação, seria necessário apenas retomar a concentração que o Tricolor apresentou durante a competição continental no primeiro semestre.

– E essa oscilação pode ser tanto para cima quanto para baixo. O São Paulo está a quatro pontos da zona de rebaixamento. Por isso, acho fundamental neste momento um ajuste de expectativa. O Ricardo Gomes não é responsável por nada, chegou tem uma semana, mas, como qualquer treinador que acaba de chegar, está cometendo erros. Tanto na escalação quanto na substituição. Então, acho que o torcedor do São Paulo têm que entender o momento do time, mas os jogadores têm que dar um pouco mais. Não acho que falte garra ou vontade, mas tem que recuperar aquela concentração da Libertadores para não passar susto no Brasileirão – concluiu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor entre com seu comentário!
Entre seu nome aqui

2 × 4 =