O último ajuste de Bauza

190

Na noite desta quinta-feira (4), às 19h30 (de Brasília), diante do Atlético-MG, o técnico Edgardo Bauza dirigirá o Tricolor pela última vez antes de assumir a Seleção Argentina. Por isso, nesta quarta (3), Patón comandou a última atividade da equipe são-paulina no Centro de Treinamento da Barra Funda. Como de costume, o treinador ditou o ritmo de um trabalho tático e aprimorou as cobranças de bolas paradas: faltas e escanteios dos dois lados.

O último dia de ajustes do treinador argentino foi como toda a sua passagem pelo clube. O técnico chegou cedo ao CT, tomou o café da manhã e na sequência seguiu para a sala se preleção, onde assistiu mais alguns vídeos sobre o adversário para poder passar as instruções ao elenco. Depois do aquecimento orientado pelos preparadores físicos, Bauza assumiu as atividades e comandou o coletivo.

Patón repetiu a formação dos últimos dias e escalou os titulares com Denis; Buffarini, Lugano, Maicon e Mena; Hudson, Thiago Mendes e Wesley; Michel Bastos, Kelvin e Chavez. O comandante apontou os pontos fortes dos mineiros, que vivem um bom momento no torneio, e simulou algumas jogadas. Michel Bastos e Wesley alternaram a movimentação diversas vezes para confundir a marcação e acionar Kelvin e Chavez.

Por fim, um complemento de finalização aprimorou os fundamentos do grupo, que já iniciou o processo de concentração. Com 23 pontos, o Tricolor ocupa a décima colocação no Campeonato Brasileiro e precisa de um resultado positivo para se aproximar novamente dos líderes. O Atlético-MG está no sexto lugar, com 29 pontos, e também tenta entrar no G-4.

2 COMENTÁRIOS

  1. Não entendo porque o João Schmidt é reserva desse time… Ele poderia muito bem jogar a frente dos dois volantes no lugar desse Wesley horrível.. Ele tem bom passe, é jogador do meio que mais ousa nos passes e enfiadas de bola e tem um ótimo controle de bola.. Na minha opinião é o Jogador do meio com mais qualidade técnica no time…