Recife recebe Tricolor para ‘duelo de seis pontos’

160

O Tricolor já está no Recife, que nesta quarta-feira (5) receberá o confronto com o Sport válido pela 29º rodada do Campeonato Brasileiro de 2016. Após viagem tranquila, de São Paulo ao Pernambuco, a delegação são-paulina chegou ao nordeste e iniciou o processo de concentração para encarar um rival direto na tabela: com 35 pontos em 28 rodadas, os paulistas ocupam a 14ª colocação, enquanto o rival está no 15º lugar, com 33.

Na chegada à capital pernambucana na noite desta terça (4), o volante Hudson atendeu à imprensa e falou sobre a partida que será disputada na Ilha do Retiro. “Diante de um rival direto, nessa situação, só nos interessa vencer. Este seria um bom resultado, mas, claro não perder também é importante. Será um jogo de seis pontos para nós. Não podemos tropeçar, e precisamos de um resultado positivo para ter confiança para o final do campeonato”, analisou.

Ao chegarem ao hotel, onde ficarão hospedados até o embate na Ilha do Retiro, os tricolores iniciaram a concentração. Vale lembrar que pela manhã, no Centro de Treinamento da Barra Funda, o técnico Ricardo Gomes comandou a última atividade para ajustar a equipe. O treinador escalou o time – que só será revelado momentos antes de a bola rolar na Ilha do Retiro – e aprimorou as cobranças de bolas paradas (faltas e escanteios).

Entre uma jogada e outra, o comandante passou diversas instruções aos atletas e simulou algumas investidas pelas pontas. O técnico também cobrou movimentação e alternância de posicionamento dos homens de frente para confundir a marcação. Depois, uma parte do elenco calibrou a finalização com chutes frontais, enquanto o restante do grupo fez um trabalho técnico com os auxiliares Pintado e Luiz Otávio.

“Precisamos colocar o que estamos treinando e conversando no dia a dia dentro de campo para que as vitórias possam voltar normalmente. O Ricardo Gomes tem elogiado a nossa postura em relação a atitude e disposição, mas temos de ter mais tranquilidade na hora de finalizar, na hora do último passe. São detalhes que, se conseguirmos acertar, as vitórias poderão voltar com mais facilidade”, finalizou Hudson.