Renovado, São Paulo aplica a maior goleada da Copinha: 6 a 0 no Genus

373

Multicampeão em 2016, o São Paulo estreou com tudo na Copa São Paulo de Futebol Júnior. E olha que a equipe que fez 6 a 0 no Genus, de Rondônia, em Capivari, estava praticamente toda renovada.

Quase um time inteiro dos jogadores que conquistaram cinco títulos sub-20 no ano passado não entrou em campo na noite desta terça-feira – ou estouraram a idade-limite da competição ou foram chamados por Rogério Ceni para o time principal.

São Paulo x Genus Copa SP Frizzo (Foto: Luciano Claudino/Estadão Conteúdo)

O camisa 10 Frizzo, por exemplo, só começou jogando porque Shaylon foi convocado para a pré-temporada profissional nos Estados Unidos. Foram dele os dois primeiros gols da partida, aos 2 e aos 26 minutos do primeiro tempo, após falhas da defesa adversária.

Sem fazer força, o São Paulo continuou colocando a bola na rede: aos 32, o zagueiro Militão bateu pênalti sofrido por Matheus Lu e, aos 46, Heron fechou o placar na etapa inicial.

E o ritmo foi mantido no segundo tempo. O atacante fez seu segundo gol no jogo, logo aos 2 minutos. E depois vieram várias chances perdidas… Até o fim, André Jardine, técnico do São Paulo, fez seis substituições – número permitido na Copinha – utilizando vários jogadores sub-17. Deutz Costa, do Genus, trocou cinco jogadores.

E teve mais: o meia Geovane fez o sexto gol tricolor, aos 27, completando a maior goleada da competição até agora – pelo Grupo 11, o Joinville tinha feito 5 a 0 no Vitória da Conquista.

Capivariano 2 x 1 União Barbarense

No primeiro jogo do Grupo 13, marcado por uma paralisação de 30 minutos por conta de queda da energia elétrica do estádio, o Capivariano venceu por 2 a 1 o União Barbarense, com gols no segundo tempo.

Neto Costa, em cobrança de pênalti sofrido por Bill, abriu o placar para a equipe de Capivari logo aos 5 minutos. Mas Jadson Silva, 10 minutos depois, empatou para o time de Santa Bárbara D’Oeste. Aos 48, já nos acréscimos, Fujita garantiu a vitória dos donos da casa.

Na segunda rodada, que acontece na quinta-feira, também em Capivari, o São Paulo enfrenta o União Barbarense às 16h (de Brasília). Às 18h, o Capivariano pega o Genus. Após três rodadas, passam para a fase de mata-mata os dois times mais bem colocados de cada grupo.

Fonte: GloboEsporte.com