Testes norteiam programação da intertemporada

324

Comissão técnica aproveitará este período para recuperar os atletas fisicamente e ajustar a equipe

Érico Leonan – Site Oficial

DSC_0108.JPG

Com o fim da participação do clube no Campeonato Paulista e na Copa do Brasil, a comissão técnica trabalha de olho na sequência da Sul-Americana e na estreia do Campeonato Brasileiro. Por isso, após a reapresentação, os atletas realizaram uma série de testes e avaliações para mensurar o desgaste físico nesta primeira etapa do ano e assim permitir que Rogério Ceni defina a programação da intertemporada.

Na reapresentação da última quarta-feira (26) e nas atividades de quinta (27), o elenco passou por um verdadeiro ‘check-up’ antes de trabalhar com bola pela primeira vez com o treinador neste período de ajustes. Os atletas fizeram análise de composição corporal, teste de impulsão vertical, ‘Yo-Yo Test’ – importante ferramenta que determina o nível da capacidade individual e exige bastante esforço físico dos jogadores – e teste isocinético – avaliação, utilizada para detectar equilíbrio muscular e nível de força.

“Fizemos os testes na quarta e terminamos ontem na parte da manhã. Alguns jogadores, principalmente aqueles que sofreram lesões, estão numa condição mais baixa. Vamos tentar fazer trabalhos individualizados para quem precisa de força muscular, de resistência, para quem ficou machucado e perdeu peso. Além do trabalho normal, teremos essas atividades”, explicou o comandante, que completou.

“Para os jogadores que precisam de força muscular ou resistência ou retornaram de lesões, estamos tentando fazer além do trabalho normal do campo, em alta intensidade, um trabalho individualizado para cada caso que esteja desproporcional”, afirmou o técnico. As atividades desenvolvidas pelo treinador são integradas aos trabalhos desenvolvidos pela preparação técnica e pela fisiologia, que após as avaliações tem agora parâmetros para adequar os treinos.

“Tivemos como objetivos nos testes, sem jogos neste período, avaliar o grupo e saber como os jogadores se comportaram em relação aos testes que foram feitos no início da temporada. Agora, com estes dados, podemos fazer as correções necessárias e começar bem o Campeonato Brasileiro, porque a nossa meta é deixar todos os atletas em boas condições físicas e à disposição do Rogério”, avaliou o preparador físico Zé Mário Campeiz, que teve a opinião compartilhada pelo fisiologista Rogério Neves.

“Foi um momento de revisão dos atletas para fazermos os ajustes necessários em relação às capacidades físicas e, assim, dar sequência ao trabalho ao longo da temporada e otimizar o treinamento. Dessa forma, queremos fazer com que os atletas evoluam na melhor performance possível, com controle de fadiga e equilíbrio da musculatura para evitar possíveis sobrecargas que possam ocasionar algum tipo de lesão. Fizemos as comparações com o início de temporada e tivemos um ganho significativo em todas as variáveis possíveis”, afirmou.

O time são-paulino se prepara para encarar o Defensa y Justicia-ARG no dia 11 de maio, no Morumbi, pelo duelo de volta da primeira fase da Sul-Americana, além de ter a estreia do Campeonato Brasileiro pela frente – no dia 14, em Belo Horizonte, o São Paulo enfrentará o Cruzeiro na rodada de abertura da competição nacional.

2 COMENTÁRIOS

  1. Quer recuperar os bichados, é só não pagar o salário.
    Produziu ganha, caso contrário rua.
    Implante a dinâmica do mercado.
    Eta amadorismo que só contratam lixos e podres.
    Que vergonha em diretoria amadora !!!!, se fosse numa empresa em 15 dias estavam todos demitidos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor entre com seu comentário!
Entre seu nome aqui

9 − 4 =