São-paulinos se cobram por erros individuais, mas veem evolução

169

GazetaEsportiva.net

Jogadores do São Paulo pedem o fim dos erros individuais durante as partidas (Foto: Rubens Chiri/SPFC)

Os erros individuais de Rodrigo Caio e Reinaldo foram determinantes para a derrota do São Paulo por 2 a 1 para o Atlético-PR na noite da última quarta-feira, na Arena da Baixada. Após a partida de ida da quarta fase da Copa do Brasil, os tricolores se cobraram para que as falhas não se repitam e voltem a prejudicar a equipe em partidas decisivas.

“Os únicos erros que tivemos acarretaram em gols. Não pode acontecer. Temos de estar focados nos 90 minutos. Um erro pode custar caro”, reclamou o meia Nenê.

O primeiro gol do Furacão se originou de um erro de Rodrigo Caio, que perdeu dividida pelo alto e viu Pablo invadir a área para abrir o placar na Arena da Baixada. No segundo tento rubro-negro, após cobrança de escanteio, Reinaldo afastou mal e deu de presente para Paulo André, que ampliou de calcanhar.

“Temos alguns aspectos que precisamos melhorar no dia a dia. O resultado, às vezes, não condiz com o jogo. Temos de aprender, saber que não podemos errar, porque um errinho está custando o jogo”, avaliou o camisa 7.

 

Para o zagueiro Arboleda, faltou atenção ao time tricolor. “Perdemos o jogo por causa de pequenas desconcentrações”, admitiu. O equatoriano, contudo, disse que o São Paulo está evoluindo sob o comando do técnico Diego Aguirre.

“O time está pegando confiança, o trabalho do professor está sendo feito. O São Paulo está focado no que quer, que é chegar numa final. É trabalhar no dia a dia, melhorando, tendo um pouco mais de concentração”, recomendou o camisa 5, que teve a opinião endossada por Nenê.

“Estamos evoluindo aos poucos. O time está com outra postura, intensidade, determinação e vontade de melhorar a cada jogo. Precisamos melhorar em vários aspectos. Estamos cientes disso e temos de trabalhar a cada dia para conquistar nossos objetivos”, ressaltou o meia.

Com o revés, o São Paulo precisará vencer o jogo de volta por dois gols de diferença para avançar de forma direta às oitavas de final da Copa do Brasil. Caso derrote o Atlético-PR por um tento, a vaga será definida nos pênaltis. A partida será realizada no dia 19, às 19h15 (de Brasília), no Morumbi.