Nicola: Reunião no conselho do São Paulo tem acusações e bate-boca

829

Blog do Jorge Nicola – Yahoo Esportes

Presidente Leco foi muito cornetado por conselheiros são-paulinos (Sergio Barzaghi/Gazeta Press)

Clima pesado. Foi assim que transcorreu a reunião do Conselho Deliberativo do São Paulo na noite desta quinta-feira, no salão nobre do Morumbi. Com direito a acusações e bate-boca com o presidente Leco. A tensão tem a ver com a manobra adotada pelo grupo da situação para impedir que fosse votada a proibição de conselheiros atuando como funcionários remunerados no Tricolor.

Um dos mais exaltados era o conselheiro Denis Ormrod, que chegou a cobrar que Leco parasse de levar o São Paulo para o buraco. “O Leco não aceitou que eu expus minha opinião e pediu para o presidente do Conselho (Marcelo Pupo) que eu me calasse. Então, pedi para ele parar de detonar o clube”, explica Ormrod.

Sem acordo, optou-se por criar uma comissão a fim de estudar sobre a viabilidade de obrigar que conselheiros se afastem do cargo caso aceitem virar funcionários do Tricolor. Pelo menos seis aliados políticos de Leco foram empregados nos últimos meses, com salários entre R$ 15 mil e R$ 35 mil mensais.

Publicidade

Diretor de relações institucionais, Lugano foi convocado para falar sobre futebol. O uruguaio garantiu que só participou da contratação de dois jogadores desde que passou a atuar como dirigente: o centroavante Gonzalo Carneiro e o meia-atacante Nenê. Todos os demais não tiveram o aval de Lugano.

1 COMENTÁRIO