Diego Alves, Sidão e Camacho: Veja quem estará na “Black Friday” dos clubes

828

UOL

  • Ale Cabral/AGIF

    Sidão perdeu a posição para Jean e hoje é reserva do time do São PauloSidão perdeu a posição para Jean e hoje é reserva do time do São Paulo

A Black Friday chegou, e o UOL Esporte aproveitou a tão esperada data para também entrar na onda. No clima das promoções que atraem até os menos compulsivos por compras, nós preparamos uma lista com jogadores que, ao final desta temporada, devem estar com preços bem camaradas para o seu clube investir durante o mercado da bola. E aí, será que o seu time vai aproveitar a ‘pechincha’ e ir atrás de algum deles? Tem para todos os gostos, preços e posições. Confira:

ATLÉTICO-MG

Bruno Cantini/Clube Atlético Mineiro

Marcos Rocha (lateral direito)

Emprestado ao Palmeiras, está avaliado em 2 milhões de euros. O lateral direito, que venceu Libertadores, Recopa Sul-Americana e Copa do Brasil na Cidade do Galo, pode se mudar em definitivo para a Academia de Futebol por um valor considerado baixo. Em crise financeira, no entanto, o Atlético-MG vê um acordo com bons olhos.

Denilson (atacante)

Contratado por cinco temporadas, não deve permanecer na Cidade do Galo em 2019. Ele perdeu espaço no elenco comandado por Levir Culpi e se tornou o terceiro nome da posição, atrás de Ricardo Oliveira e até do jovem Alerrandro, recém-promovido ao time principal do Galo.

ATLÉTICO-PR

Heuler Andrey/AFP

Felipe Gedoz (meia)

Emprestado ao Goiás e pouco utilizado no acesso do Esmeraldino, o meia de 25 anos retornará ao Furacão no começo do ano com futuro incerto. Ele tem contrato até o final de 2019 e foi a segunda contratação mais cara da história do Atlético, mas não se firmou no clube paranaense.

BOTAFOGO

Vitor Silva/SSPress/Botafogo

Vinicius Tanque (atacante)

Revelado na base tem contrato até 2020. Emprestado ao futebol português, segue fora dos planos.

Marcos Vinícius (meia)

Veio do Cruzeiro na negociação pelo Sassá. Tem contrato até 2020, mas pode sair por um preço baixo.

Arnaldo (lateral direito)

Tem contrato até fim de 2019, mas foi emprestado ao Ceará no meio da temporada.

CORINTHIANS

Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

Camacho (volante)

Dez meses depois de se transferir para o Atlético-PR por empréstimo numa troca que envolveu o lateral esquerdo Sidcley, Camacho está prestes a voltar ao Corinthians. O vínculo com o time paranaense se encerra no mês que vem.

Vilson (zagueiro)

No Corinthians desde o começo de 2016, o zagueiro tem contrato válido até dezembro deste ano. A passagem pelo time paulista foi marcada por lesões – ele não entra em campo desde fevereiro de 2017. A situação ainda está indefinida.

CRUZEIRO

Guilherme Hahn/AGIF

Bruno Silva (volante)

Foi comprado por R$ 6 mi, perdeu espaço e admitiu ontem (terça) que será difícil ficar. Se for embora, será complicado o Cruzeiro conseguir recuperar o mesmo investimento.

Mancuello (meia)

Tem contrato até 2020, mas não rendeu em campo e também não tem permanência totalmente confirmada. Teve 60% dos direitos comprados no início do ano por cerca de R$ 6 mi. Se deixar o clube, também será difícil que seja pelo mesmo valor.

Ezequiel (lateral)

Além de reserva, foi preterido até quando o titular esteve ausente, e foi banco para Lucas Romero (volante de origem). Tem contrato até julho de 2019, podendo assinar um pré-contrato já no final do ano ou sair com o preço baixo de imediato.

FLAMENGO

Thiago Ribeiro/AGIF

Diego Alves (goleiro)

O goleiro tem contrato até dezembro de 2020, mas está fora dos planos no Flamengo. Ele será negociado e a tendência é a de que aconteça um acordo para que acerte com outro clube por um valor bem abaixo da multa rescisória – R$ 40 milhões no mercado interno. O alto salário, no entanto, não deve mudar – cerca de R$ 600 mil.

Romulo (volante)

Ainda tem contrato com o Flamengo, mas também não emplacará a próxima temporada. Em baixa, ele resistiu no Rubro-negro em 2018, mas tem grandes chances de ser cedido sem custos ao clube interessado.

FLUMINENSE

Lucas Merçon/Fluminense FC

Marcos Júnior (atacante)

Com contrato até 31 de dezembro, o atacante parece cada vez mais longe da permanência e pode sair por um valor baixo do clube carioca.

GRÊMIO

Lucas Uebel/Grêmio

Léo Moura (lateral direito)

Completou 40 anos em outubro e ainda não acertou renovação com o Grêmio. Clube gaúcho aguarda resposta de Renato Gaúcho sobre oferta de renovação para definir se propõe novo vínculo ao camisa 2. Mas hoje, Léo Moura já pode assinar pré-contrato com outro clube sem custos.

Cícero (meia)

Tem contrato até o final do ano e ainda não renovou. Permanência também tem influência da situação de Renato Gaúcho.

Douglas (meia)

Está em final de contrato e já pode assinar com outro clube sem custos para ser anunciado a partir de janeiro.

Bressan (zagueiro)

Está fora dos planos, deve renovar contrato que atualmente vai até o final de 2019 para atender acordo com investidores, porém será liberado no próximo ano por compensação baixa.

INTERNACIONAL

Ricardo Duarte/Internacional

Camilo (meia)

Com contrato até o meio do ano que vem, Camilo depende apenas de uma proposta que o agrade para deixar o Inter.

Ernando (zagueiro)

Depois de uma temporada emprestado ao Sport, Ernando tem mais um ano de contrato com Inter. Sem chance em Porto Alegre, pode ser negociado por qualquer valor em qualquer molde.

Brenner (atacante)

Emprestado ao Botafogo e com cláusula de compra no clube do Rio, caso não fique por lá, Brenner está em promoção. Tudo porque o comportamento dele no jogo entre as duas equipes desagradou os colorados e tirou qualquer chance de aproveitamento.

Paulão (zagueiro)

Com mais um ano de empréstimo ao América-MG, Paulão pode sair do Inter sem mesmo precisar da anuência dos mineiros. Basta que chegue uma proposta.

PALMEIRAS

AFP PHOTO / NELSON ALMEIDA

Fernando Prass (goleiro)

Aos 40 anos, ainda não definiu se renova o contrato para a próxima temporada. Já manifestou o desejo de jogar em alto nível por mais tempo, mas perdeu muito espaço no Palmeiras e pode acabar saindo de graça.

Juninho (zagueiro)

Emprestado ao Atlético-MG, volta no final do ano, mas dificilmente será aproveitado, já que o clube tem vários jogadores da posição que agradaram em 2018. Mas como custou R$ 10 milhões, pode ser que o Palmeiras não aceite uma oferta tão baixa.

Fabiano (lateral)

O autor do gol do título brasileiro de 2016 está emprestado ao Internacional até o final do ano, mas não tem espaço no Palmeiras. Deve sair novamente em janeiro sem maiores complicações.

Arouca (volante)

Está emprestado ao Vitória e tem pouco espaço no elenco do Palmeiras. Provavelmente sai no começo do ano que vem.

Allione (meia)

Mesma situação de Fabiano e Arouca: está emprestado (ao Bahia), volta no começo do ano que vem, mas tem poucas chances de ser aproveitado.

Erik (atacante)

Contratado por R$ 13 milhões junto ao Goiás, nunca foi bem no Palmeiras. É mais um que está emprestado ao Botafogo e volta no começo do ano que vem, com pouquíssimas chances de ficar.

SANTOS

Daniel Vorley/AGIF

Copete (atacante)

O colombiano, que caiu nas graças da torcida em seu início no Santos, não consegue reeditar o bom futebol desde a temporada passada. O atacante atuou muito pouco com o técnico Cuca e será utilizado como “moeda de troca” da diretoria santista para reforçar o elenco em 2019.

Léo Cittadini (meia)

O jogador encerra o seu contrato com o Santos no fim deste ano e não aceitou proposta de renovação. O atleta ficará livre no mercado. Quem quiser contratá-lo precisará apenas pagar salários e luvas. Aos interessados, Cittadini deve custar R$ 150 mil mensais.

Leandro Donizete (volante)

O experiente volante retorna de empréstimo do América-MG e possui alto salário, cerca de R$ 300 mil mensais. Mas o “desconto” fica por conta do Santos que ajuda a pagar o valor em caso de empréstimo ou facilita a rescisão contratual.

Cleber Reis (zagueiro)

O zagueiro recebe R$ 225 mil de salário no Santos, mas o clube paulista também aceita compor o ordenado com os interessados. Nos últimos anos, ele defendeu Coritiba e Paraná por empréstimo, e o alvinegro praiano pagou mais da metade do salário. A estratégia deve ser repetida.

Bryan Ruiz (meia)

O costarriquenho não emplacou com a camisa santista e, por conta disso, a diretoria espera propostas pelo jogador.

Rodrigão (atacante)

O centroavante foi emprestado ao Avaí nesta temporada e está fora dos planos para 2019. O Santos aceita pagar parte do salário para os interessados no futebol de Rodrigão.

SÃO PAULO

Ale Cabral/AGIF

Sidão (goleiro)

Tem mais um ano de contrato com o São Paulo, mas perdeu a titularidade e o clube já demonstrou interesse em contratar um outro jogador para a posição.

Edimar (lateral esquerdo)

Tem contrato com o São Paulo até o fim de 2019, e poucas vezes foi utilizado nesta temporada.

Araruna (volante)

Considerado uma das apostas das categorias de base, pode ser emprestado para ganhar experiência ou envolvido em alguma negociação.

VASCO

Paulo Fernandes/Vasco.com.br

Rafael Galhardo (meia)

Contratado no início do ano pelo Vasco, meia até teve oportunidades (22 jogos na temporada), mas não agradou e pode ser negociado. Tem contrato até 2021.

Thalles (atacante)

Com contrato até o fim do ano que vem, Thalles volta de empréstimo do Japão, mas dificilmente estará nos planos do clube cruzmaltino para 2019.