Missão G-4: Jardine assume São Paulo em meio à maratona nas rodadas finais do Brasileirão

256

GloboEsporte.com

Marcelo Hazan

Técnico substitui Aguirre com menos tempo para treinar time: serão cinco jogos em 18 dias.

André Jardine assume o São Paulo com menos tempo para treinar o time do que Diego Aguirre teve nas últimas rodadas antes de sair do clube.

Jardine vai comandar o São Paulo em uma maratona: serão cinco jogos em um intervalo de 18 dias, a começar pelo confronto direto com o Grêmio, nesta quinta-feira, às 19h, no Morumbi, pela 34ª rodada do Brasileirão.

São Paulo e Grêmio estão empatados com 58 pontos, mas os gaúchos levam vantagem no número de vitórias: 16 a 15.

André Jardine assume o São Paulo nas rodadas finais do Brasileirão — Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

André Jardine assume o São Paulo nas rodadas finais do Brasileirão — Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

A única semana livre para Jardine treinar o time até o fim do Brasileirão será antes da última rodada, contra a Chapecoense.

  • Três dias de treinos para enfrentar o Grêmio (incluindo a última segunda-feira);
  • Dois dias para encarar o Cruzeiro;
  • Mais três dias antes do duelo com o Vasco;
  • Outros três dias para enfrentar o Sport;
  • Cinco dias (e a única semana cheia) para o embate diante da Chapecoense

Veja a sequência na tabela abaixo:

São Paulo fará cinco jogos em 18 dias

DataJogoEstádio
15/11 (quinta-feira)GrêmioMorumbi
18/11 (domingo)CruzeiroMorumbi
22/11 (quinta-feira)VascoSão Januário
26/11 (segunda-feira)SportMorumbi
2/12 (domingo)ChapecoenseArena Condá

Diego Aguirre, por outro lado, teve nove semanas inteiras de treinos para trabalhar. Isso ocorreu entre o duelo com o Bahia, no dia 8 de setembro, e o confronto diante do Corinthians, no último sábado .

No total, foram 10 partidas em um intervalo de 64 dias, com seis empates, duas vitórias e duas derrotas.

O desempenho pouco convincente mesmo nos duelos com resultados positivos e a falta de reação da equipe com tempo para treinar foram alguns dos motivos para a saída de Aguirre.

São Paulo teve nove semanas livres para treinos

DataJogoEstádio
08/09São Paulo 1 x 0 BahiaMorumbi
16/09Santos 0 x 0 São PauloVila Belmiro
22/09São Paulo 1 x 1 América-MGMorumbi
30/09Botafogo 2 x 2 São PauloNilton Santos
06/10São Paulo 0 x 2 PalmeirasMorumbi
14/10Internacional 3 x 1 São PauloBeira-Rio
20/10São Paulo 0 x 0 Atlético-PRMorumbi
26/10Vitória 0 x 1 São PauloBarradão
04/11São Paulo 2 x 2 FlamengoMorumbi
10/11Corinthians 1 x 1 São PauloArena Corinthians

Embora o principal objetivo do São Paulo seja buscar uma vaga direta na fase de grupos da Libertadores, a eventual efetivação de Jardine como técnico em 2019 não está somente ligada ao resultado no fim da temporada. A metedologia e o trabalho no dia a dia também serão avaliados.

Neste momento não há um nome de consenso para substituir Aguirre em 2019. Na última segunda-feira, Raí evitou falar sobre o futuro treinador e não descartou efetivar Jardine.

André Jardine é auxiliar fixo da comissão técnica do São Paulo — Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

André Jardine é auxiliar fixo da comissão técnica do São Paulo — Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

A avalição sobre o profissional é de que se trata de um técnico de futebol com repertório para buscar alternativas diante das dificuldades. Resta saber como será a aplicação das ideias.

Para encarar o Grêmio, Jardine não terá Rojas, Luan e Gonzalo Carneiro (lesionados). Everton Felipe voltou a treinar no campo. Ele desfalcou o São Paulo no clássico, pois aprimorava a forma física após um estiramento no ligamento colateral medial do joelho direito. Não há jogadores suspensos.

2 COMENTÁRIOS