Elenco vê vitória em estreia dar tranquilidade a Jardine no São Paulo

286

GazetaEsportiva.net

José Victor Ligero

O São Paulo começou o Campeonato Paulista com o pé direito. De acordo com os jogadores, a goleada por 4 a 1 sobre o Mirassol, aplicada no último sábado, no Pacaembu, serviu para dar tranquilidade ao técnico André Jardine, que chegou a ser questionado por parte da torcida após as derrotas durante a pré-temporada nos Estados Unidos.

“A gente sabe que futebol é movido a resultados. O Jardine tem trabalhado muito, a gente tem procurado entender e levar para o campo tudo o que ele passa para a gente. Mas nós sabemos que, se não vencermos, todo o trabalho é jogador fora”, conscientizou-se Hudson.

“Uma vitória no primeiro jogo é muito importante. Já conseguimos mostrar um pouco do que ele está passando para a gente. Tem muito o que crescer ainda, mas é bom voltar a vencer, dar um pouco mais de tranquilidade para ele e mostra que o trabalho está sendo bem feito também”, acrescentou o volante, autor do quarto gol tricolor.

André Jardine e a torcida do São Paulo saíram do Pacaembu satisfeitos com a atuação do time, especialmente no segundo tempo, quando a equipe deslanchou e marcou três gols. Na primeira etapa, contudo, o Tricolor levou um susto ao sair atrás em gol contra de Bruno Peres.

“A gente vinha conversando internamente que era muito importante começar com uma vitória. Depois de 20 minutos, a equipe se encontrou no jogo, fez uma grande partida, conseguimos fazer os gols. Isso vai dando confiança num ano de muitas decisões e de campeonatos difíceis”, ressaltou o zagueiro Anderson Martins, que fez de cabeça o gol de empate.

Autor de uma assistência e um gol, Reinaldo endossou a análise de seus companheiros. A vitória, segundo o lateral esquerdo, foi importsnte para dar confiança ao time na sequência da temporada, sobretudo para os duelos contra o Talleres-ARG, pela pré-Libertadores, em fevereiro.

“É muito importante começar a temporada vencendo dentro de casa, sabendo que tem outros jogos do Paulista até chegar os jogos da Libertadores. Mas tenho certeza que vamos pegando confiança, adquirindo ritmo de jogo para a gente sobressair quando chegar a Libertadores”, projetou o camisa 6.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor entre com seu comentário!
Entre seu nome aqui

10 − três =