Menon: Trellez e Perri – dois erros

3236

Blog do Menon – UOL

As saídas de Trellez e Lucas Perri não ajudam em nada o São Paulo. Como, se o atacante nem joga e o goleiro nunca jogou? E se o blogueiro sempre criticou Trellez?

Critiquei mesmo. Pagaram muito para quem joga pouco. Mas ele fez alguns gols importantes. Gols que tiraram o time do sufoco. Imaginem uma situação específica: o São Paulo precisa de um gol nos últimos minutos. A hora do abafa. É necessário um jogador alto para cabecear. Trellez seria muito mais importante que Brenner, jogador de muito mais futuro.

É preciso ter elenco. E a saída de Trellez diminui até a possibilidade de revezamento, de escalar um time misto no Paulistão.

Publicidade

E Gonzalo Carneiro? Pode fazer o que Trellez fez? Talvez. Ninguém sabe. E há sondagem dos grandes uruguaios por ele também. Não pode sair.

E como reclamar da venda por aproximadamente R$ 20 milhões de um goleiro que nunca jogou? Justamente. Quando a esmola é demais o santo desconfia. Os ingleses terão visto alguma coisa que ninguém viu?

Sempre achei um erro a condução da carreira de Perri. Tratado há muito tempo como uma grande revelação, nunca teve chance de ser provado. Se tivesse feito algumas boas partidas, no mínimo o preço da venda.

A contratação de Jean atrapalhou o processo que poderia levar Perri a se firmar. Pagaram R$ 6 milhões por um reserva. O que atrasou a ascensão de um jogador promissor. E agora, com a saída de Perri, um novo goleiro será contratado.

Ou o São Paulo está mais preocupado em atingir a meta de R$ 120 milhões vendidos ou Lucas Perri é um engodo. Pode até ser verdade. Ninguém nunca viu.