São Paulo tenta estrear com vitória no Paulistão depois de quatro anos

461

Bruno Grossi – Do UOL, em São Paulo

Luis Fabiano contra o Penapolense; SPFC não inicia Paulista com vitória desde então
Rubens Chiri/saopaulofc.net Luis Fabiano contra o Penapolense; SPFC não inicia Paulista com vitória desde então

Neste sábado, às 19h30, o São Paulo desafiará um tabu de quatro anos no Campeonato Paulista. Desde 2015 o Tricolor não consegue estrear no torneio estadual com uma vitória. A chance de mudar a escrita será contra o Mirassol, no Pacaembu, já que o Morumbi segue fechado para a construção dos novos vestiários.

O último triunfo são-paulino na abertura do Paulistão aconteceu em 2015. Na ocasião, a equipe comandada por Muricy Ramalho visitou o Penapolense no estádio Tenente Carriço e venceu por 3 a 1. Os gols foram marcados por Michel Bastos, Luis Fabiano – foi o tento de número 200 dele como tricolor – e Jaílton, contra.

Dos jogadores utilizados nessa partida, apenas um faz parte do atual elenco do São Paulo: o lateral-esquerdo Reinaldo. Ele entrou no segundo tempo em Penápolis e fez o cruzamento que resultou no gol contra de Jaílton. A temporada de 2015, no entanto, foi ruim para o ala, que depois encarou empréstimos para Ponte Preta e Chapecoense antes de voltar ao Tricolor e se destacar no ano passado.

Depois da vitória de 2015 – a única nos últimos cinco anos, já que em 2014 o time perdeu por 2 a 0 para o Bragantino -, as estreias no Paulistão foram marcadas apenas por tropeços. Em 2016, sob o comando de Edgardo Bauza, a equipe empatou por 1 a 1 com Red Bull Brasil, em Campinas. Em 2017, com Rogério Ceni de técnico, derrota em Barueri por 4 a 2 para o Osasco Audax. Por fim, em 2018, o time de Dorival Júnior caiu por 2 a 0 para o São Bento, em Sorocaba.

Curiosamente, a estreia deste ano será a primeira do São Paulo como mandante no Estadual desde 2013, quando, também por coincidência, o adversário foi o Mirassol, mas no Morumbi. Ney Franco era o treinador, e o time venceu por 2 a 0, gols de Luis Fabiano e Jadson.

2 COMENTÁRIOS

  1. Fica difícil entender o Jardine, nossa melhor formação de zaga foi Arboleda e Bruno Alves, ele entra com o Anderson Martins, o Bruno Peres não foi bem no ano passado e iniciou o ano falhando novamente. O que ele espera? Algo novo com tudo velho?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor entre com seu comentário!
Entre seu nome aqui

9 − 7 =