Mata-mata da Copa Libertadores e clássico: São Paulo abre semana decisiva para temporada

869

GloboEsporte.com

Marcelo Hazan

Tricolor terá duelo com Talleres quarta-feira, na reabertura do Morumbi, e Majestoso diante do rival Corinthians no domingo, em Itaquera, pelo Paulistão.

O São Paulo inicia a semana que poderá definir os rumos do time ao longo do ano. Na quarta-feira, o Tricolor recebe o Talleres, às 21h30, na reabertura do Morumbi, pelo jogo de volta do mata-mata da segunda fase da Copa Libertadores.

Depois de perder por 2 a 0 na Argentina, o São Paulo precisa dar a volta por cima e vencer por três gols de diferença para seguir na competição. Ou bater os argentinos pelo mesmo placar, o que levaria a decisão aos pênaltis.

Na sequência, o Tricolor visita o Corinthians, domingo, às 19h, na Arena Corinthians, pelo Paulistão. O São Paulo nunca venceu o arquirrival na sua casa: são nove jogos, com seis derrotas e três empates.

Mais do que a classificação ou a eliminação do São Paulo na Copa Libertadores, o desempenho do time contra o Talleres será fundamental para definir o futuro do técnico André Jardine. Muito pressionado, ele precisa mobilizar o elenco e fazer a equipe reagir para tentar buscar uma sobrevida.

André Jardine está mais pressionado no comando do São Paulo — Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net

André Jardine está mais pressionado no comando do São Paulo — Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net

O executivo Raí também recebe críticas pelo planejamento e decisões tomadas, embora haja crença de que ele segue sendo o melhor caminho para conduzir o futebol.

No último sábado, após a derrota para a Ponte Preta, Jardine explicou qual seria seu limite para sair do São Paulo:

– Meu limite é enquanto eu entender que o grupo está tentando e comprometido. Eu mesmo, quando observar que o grupo não atende a mim ou responde a mim, não me sentirei apto a comandar. Mas não é o caso. Temos só um treinamento praticamente até quarta-feira, corríamos o risco de perder hoje. Esperamos que quarta-feira as coisas ocorram.

O que agrava a crise no São Paulo é a sequência de jogos sem fazer gols. O time considerado titular ficou zerado contra Ponte Preta (derrota por 1 a 0, sem Bruno Peres e Pablo), Talleres (2 a 0), Santos (2 a 0) e Guarani (1 a 0). O último gol do Tricolor foi na vitória por 1 a 0 sobre o São Bento, com time reserva reforçado por Hernanes, autor da bola na rede.

Veja o que o São Paulo precisa fazer para avançar na Libertadores

Veja o que o São Paulo precisa fazer para avançar na Libertadores

Caso seja eliminado da Libertadores, o São Paulo perderá receitas (o clube projeta avançar até as quartas de final em seu orçamento financeiro) e terá de buscar maneiras de reequilibrar as contas, pois investiu em sete contratações. A queda tiraria o time de competições internacionais em 2019 e abriria uma crise que pode ocasionar mudanças no departamento de futebol.

Pressionadíssimo, o Tricolor se reapresenta nesta segunda-feira, no CT da Barra Funda. Na última sexta, o clube recebeu integrantes das duas maiores torcidas organizadas para uma conversa com Raí e líderes do elenco, como Hernanes, Nenê, Everton, Arboleda e Diego Souza.