Grandes de São Paulo fazem ação conjunta referente ao Dia da Mulher

326

GazetaEsportiva.net

Resultado de imagem para torcida feminina spfc

No Dia Internacional da Mulher, Corinthians, Palmeiras e São Paulo, por meio da iniciativa Tem Saída, divulgaram um vídeo de apoio às mulheres que sofrem ou sofreram violência doméstica, problema que afeta uma delas a cada sete segundos no Brasil, segundo dado divulgado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Imagem relacionada

Publicado ao mesmo tempo pelos três clubes em suas redes sociais, os representantes do vídeo foram Basílio, ex-atleta do Corinthians, o palmeirense Fred, do Canal Desimpedidos, e Luciano Chuquer, repórter da SPFCtv, que ouviram a história de Juliana (nome fictício), por 18 anos vítima de violência doméstica por parte de seu parceiro e pai de seus dois filhos.

O vídeo é uma iniciativa do programa Tem Saída, ao qual os clubes tornaram-se colaboradores em janeiro deste ano. Criado pela prefeitura de São Paulo, juntamente com Ministério Público, Tribunal de Justiça, Defensoria Pública, OAB-SP e ONU Mulheres, a ação tem como objetivo oferecer autonomia financeira por meio da geração de emprego às mulheres vítimas de violência doméstica, para que elas não dependam financeiramente do agressor.

Os três representantes dos times aparecem visivelmente emocionados ao escutarem a história da mulher, que, entre outras coisas, foi proibida de amamentar o próprio filho e sofreu abusos psicológicos, físicos e sexuais durante 18 anos. O programa Tem Saída, segundo afirma no vídeo, a ajudou a sair desta condição, que afeta milhares de mulheres no Brasil e no mundo.

O Corinthians publicou uma imagem em seu Instagram oficial, com a seguinte legenda: Todos os dias e lugares são das mulheres. Neste 08 de março, muito além de ingressos, mantos alvinegros, flores ou outros presentes, ofereça o que elas mais precisam: respeito”.VEJA MAIS:
Confira grandes mulheres que fizeram história no esporte mundial!
Entrevista com Léa Campos: Preconceito e Ditadura
“No passado, fui condicionada a aceitar o machismo”

O Santos, que não faz parte da iniciativa, também postou uma mensagem nas redes sociais, com uma foto de suas torcedoras durante uma partida. “Ser mulher é muito além do que ser. É conquista. É luta. É reconhecimento. O Dia Internacional da Mulher nos lembra que elas foram, são, e sempre serão importantes em qualquer camada da sociedade. Porque #LugarDeMulher é onde ela quiser! Parabéns a todas vocês e em especial às nossas torcedoras! Sabemos o quanto é dura essa batalha no futebol, contem sempre com o Peixão!”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor entre com seu comentário!
Entre seu nome aqui

dezessete − três =