São Paulo x Palmeiras: ataque contestado do Tricolor enfrenta melhor defesa do Verdão

2674

GloboEsporte.com

Felipe Zito e Leandro Canônico

Verdão também não tem um bom desempenho ofensivo, mas vitória de 3 a 0 na Libertadores deu ânimo para o Paulistão; veja os números dos rivais no estadual.

O desempenho ofensivo do São Paulo nesta temporada tem sido questionado e será colocado à prova neste sábado, contra o Palmeiras, dono da melhor defesa do Campeonato Paulista, com apenas cinco gols sofridos. O jogo será neste sábado, às 16h30 (de Brasília), no estádio do Pacaembu.

A partida terá transmissão do Premiere, com narração de Cleber Machado e comentários de Maurício Noriega e Ricardinho. Você acompanha também em Tempo Real no GloboEsporte.com com vídeos exclusivos.

No total, o São Paulo fez 12 gols neste Campeonato Paulista, mas sete deles foram marcados nas duas primeiras rodadas. Nos outros oito jogos, apenas cinco gols, média de 0,62 por duelo.

O Palmeiras também não vive, no Paulistão, um momento ofensivamente equilibrado. São 11 gols em 10 jogos. Mas, na última terça-feira, a vitória por 3 a 0 sobre o Melgar, na Copa Libertadores, deu um ânimo para o Choque-Rei do próximo sábado.

Esse clássico, aliás, pode definir a classificação do Palmeiras às quartas de final – o time precisa de apenas uma vitória nas últimas duas rodadas. Para o São Paulo, a vitória é necessária para o time seguir dependendo apenas das próprias forças para ir adiante.

O Verdão é o líder do Grupo B, com 19 pontos, enquanto o São Paulo é o segundo do Grupo D, com 14.

Pablo é o artilheiro do São Paulo na temporada, com quatro gols — Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Pablo é o artilheiro do São Paulo na temporada, com quatro gols — Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Números que explicam

O Palmeiras é o quarto que mais finalizou no Paulistão, com 133 tentativas, de acordo com levantamento do Footstats. O São Paulo está logo atrás, com 121 finalizações. O índice de acerto dos rivais, porém, deixa a desejar: 33,1% dos são-paulinos contra apenas 30,8% dos palmeirenses.

O Palmeiras sabe que precisa melhorar o seu aproveitamento ofensivo para o mata-mata do torneio estadual.

Sem Deyverson, que ainda tem um jogo a cumprir de suspensão pela expulsão no Dérbi, Borja deve ser novamente o comandante do ataque. O colombiano, que marcou três vezes em 2019, tem sofrido com críticas de parte da torcida no início da temporada.

No São Paulo, os apenas cinco gols nos últimos oito jogos forçaram o técnico interino Vagner Mancini treinar seguidamente finalizações no CT da Barra Funda.

Principalmente por conta das chances perdidas no segundo tempo do empate por 1 a 1 com a Ferroviária, na última rodada do Campeonato Paulista.

Borja deve comandar o ataque do Palmeiras no clássico contra o São Paulo — Foto: Marcos Ribolli

Borja deve comandar o ataque do Palmeiras no clássico contra o São Paulo — Foto: Marcos Ribolli