Admirador do jogo ofensivo, Jardine exalta geração vitoriosa do São Paulo

214

GazetaEsportiva.net

Jardine diz que é adepto do futebol ofensivo e exaltou garotos do São Paulo (Foto: Reprodução/TV)

André Jardine ganhou no final de 2018 uma chance que qualquer treinador gostaria: ser o técnico do São Paulo. Após a saída de Diego Aguirre, o comandante foi efetivado no clube para o ano de 2019.

A efetivação se deu por conta do técnico ser um admirador do estilo ofensivo. A promessa era de que com Jardine, o Tricolor iria propor o jogo com a bola nos pés e sufocar os adversários. Em participação no programa Mesa Redonda, da TV Gazeta, o comandante voltou a frisar o quanto gosta de um jogo mais arrojado.

“Sempre fui um admirador do jogo ofensivo, para a frente, da capacidade das equipes de construírem seus próprios gols. Quando cheguei no São Paulo, vi a grande chance de potencializar o que eu acreditava de futebol, porque o clube tem como característica ter jogadores técnicos”, afirmou o treinador.