Elenco do SPFC pode dividir até R$ 2 mi por classificação sobre Palmeiras

1261

UOL

Alan Morici/Agif

A decisão dos jogadores do São Paulo de recusarem o “bicho” para vencer o Ituano nas quartas de final do Paulista deu resultado. Pela vitória com o Palmeiras, a premiação será maior, e pode chegar a R$ 2 milhões a serem divididos entre todo o elenco. A iniciativa de recusar a primeira oferta da diretoria partiu de um grupo dentre os próprios jogadores que teve Hudson, um dos jogadores mais influentes do elenco, como liderança.

Em caso de título, os valores podem ser ainda maiores. Como é praxe nesse tipo de premiação, o valor não é dividido apenas entre jogadores, mas também entre funcionários do clube que trabalham direto para o departamento de futebol. (Por Pedro Lopes).

Vasco: Briga com Valentim e curtidas em Instagram selaram saída de Galhardo.

O zagueiro e capitão do Vasco, Leandro Castán, reclamou do vazamento de informações de reuniões internas entre elenco e diretoria. Minutos depois, em meio à crise nos bastidores no último domingo (7), Thiago Galhardo foi afastado do clube. Os dois fatos, no entanto, não guardam relações. A relação extremamente desgastada com o técnico Alberto Valentim foi o pano de fundo para a decisão da diretoria. A gota d’água ocorreu no fim da última semana, quando o jogador curtiu publicações no Instagram do ex-fisioterapeuta Fernando Lima, o “Zé Colmeia”, membro influente da “Turma do Quiosque” – grupo com forte influência nos bastidores cruzmaltinos. Pessoas do clube interpretaram que Galhardo estaria endossando mensagens como críticas “indiretas” ao treinador e repassaram a informação a Valentim. Foi o estopim para a discussão que teve voz alta e dedos em riste no vestiário. (Por Bruno Braz e Pedro Ivo Almeida).

Instituto recusa parcelamento proposto pelo Corinthians em penhora de taça.

O Instituto Santanense de Ensino Superior recusou já Justiça uma tentativa de parcelamento feita pelo Corinthians na dívida que penhorou a taça do Mundial de 2012. A universidade alega que jamais aceitou nenhum tipo de acordo, mas mesmo assim o alvinegro tomou a iniciativa de depositar R$ 431 mil em juízo – cerca de 25% do valor devido. Por isso, a credora peticionou à Justiça, pedindo que não aceite o valor ou nenhum tipo de acordo em seu nome. Procurado, o departamento jurídico do Corinthians não quis comentar o assunto. (Por Pedro Lopes e Ricardo Perrone).

David Neres bloqueia comentários em rede social por ofensas à namorada.

Uma chuva de interações críticas o casal David Neres e a modelo alemã Kira Winoma fez o jogador bloquear para comentários sua conta pessoal no Instagram. O atacante do Ajax está chateado com várias ofensas à namorada postadas depois de uma entrevista, em que o jovem contou como conheceu a amada. Kira também tomou a mesma atitude em suas contas pessoais na internet. A polêmica começou quando David Neres afirmou que conheceu a modelo através da internet, enviando uma mensagem: “Eu sou David Neres, venha até mim”. Depois da repercussão negativa, com muitos comentários falando em machismo do brasileiro, o atacante que recentemente defendeu a seleção se desculpou publicamente. Neres é conhecido por ter perfil gozador e alegou que a alemã compreendeu a conotação de brincadeira na época do flerte. (Por João Henrique Marques).

Sugerido por conselheiro, treino aberto vira destaque no São Paulo.

Mesmo fora de casa, no último domingo, o São Paulo jogou com moral a segunda partida da semifinal do Campeonato Paulista, contra o Palmeiras, no Allianz Parque. Um dia antes, os jogadores receberam o apoio da torcida em treino aberto, realizado no Morumbi. Tal estratégia foi bastante elogiada pelos dirigentes do Tricolor. A ideia surgiu em conversa de membros do departamento de futebol com Júlio Casares, integrante do Conselho de Administração. Ao perceber que a torcida aplaudiu o time no primeiro confronto do mata-mata, no Morumbi, mesmo com o 0 a 0 no placar, Casares fez a sugestão aos dirigentes, que decidiram abrir os portões do estádio na atividade. (Por José Eduardo Martins).

Sentença do CAS sobre dívida do Atlético-MG por Otero sairá em maio.

O Huachipato, do Chile, recebeu um comunicado do TAS (Tribunal Arbitral do Esporte), em 22 de março passado, informando que até maio terá a sentença do processo que move contra o Atlético-MG por uma dívida de 600 mil euros (R$ 2,6 milhões) pela venda de Rómulo Otero, em 2017. A informação foi confirmada pelo presidente do clube chileno, Marcelo Pesce: “Nos chegou uma notificação de que a sentença sairá na primeira semana de maio”, disse à De Primeira. O meio-campista da Venezuela está emprestado ao Al-Wehda, da Arábia Saudita, até julho de 2019. Ao fim do vínculo, ele deve voltar à Cidade do Galo. (Por Thiago Fernandes).