Santos e SPFC pedirão liberação de Rodrygo e Antony da seleção olímpica

182

UOL

Ivan Storti/Santos FC
Rodrygo é um dos convocados de André Jardine para o Torneio de Toulon Imagem: Ivan Storti/Santos FC

Santos, São Paulo e Athletico Paranaense pediram a dispensa de Rodrygo, Antony e Renan Lodi, respectivamente, da seleção brasileira olímpica, convocada na manhã de hoje para a disputa do Torneio de Toulon, na França, que será realizado entre os dias 1 e 15 de junho.

O técnico André Jardine chamou 22 jogadores para a competição, sendo que a maioria deles (12) atua no Brasil.

Com o chamado da seleção, jogadores irão desfalcar suas equipes em compromissos importantes, como a partida de volta das oitavas de final da Copa do Brasil, além de jogos do Campeonato Brasileiro ou até da Recopa Sul-Americana – no caso de Renan Lodi, lateral do Athletico.

À reportagem, pessoas ligadas à CBF afirmam que a competição, historicamente valorizada pela torcida no Brasil, é considerada importante, e que as mudanças no calendário serão promovidas pelo presidente Rogério Caboclo a partir de 2020 – ajustes são esperados ao longo do processo. Os pedidos de dispensa e desconvocação devem ser avaliados caso a caso.

UOL Esporte listou abaixo qual a posição de cada clube em relação ao jogador presente na lista. Irá liberá-lo sem maiores problemas? Fará um pedido de dispensa à CBF? Confira:

ATHLETICO

Athletico solicitou a dispensa de Renan Lodi. “Com jogos decisivos pela frente, como a disputa inédita da Conmebol Recopa, o Clube enviou ofício à Confederação Brasileira de Futebol solicitando que o atleta seja desconvocado”, publicou o clube em seu site oficial.

ATLÉTICO-MG

A assessoria de imprensa do Galo ainda não foi informada sobre o que a diretoria pretende fazer com Guga.

CORINTHIANS

Diretoria ainda irá se reunir com Fábio Carille para definir se pedirá ou não a liberação de Matheus Vital e Pedrinho. A palavra final será do treinador, mas os dirigentes alvinegros não veem problema e acham até injusto tirar dos jogadores a oportunidade de defender a seleção.

CRUZEIRO

Clube celeste não vê problemas em liberar o zagueiro Murilo, que seguirá normalmente para o torneio na França.

FLUMINENSE

Clube carioca ainda analisa o caso para decidir o que fazer em relação ao atacante Pedro.

GRÊMIO

Com Matheus Henrique convocado, direção e comissão técnica ainda irão debater sobre o tema. Além do volante, Kannemann, Everton e Geromel devem disputar a Copa América, o que deixaria o Grêmio sem quatro titulares em jogos importantes. Tendência é que Matheus Henrique sirva a seleção olímpica.

INTERNACIONAL

Clube gaúcho não irá pedir a dispensa de Iago. Lateral segue normalmente com a seleção.

PONTE PRETA

O goleiro Ivan está liberado pelo clube campineiro, que se diz bastante orgulhoso da convocação.

SANTOS

Clube da Vila Belmiro pedirá a dispensa do Rodrygo, mas vale lembrar que a diretoria não conseguiu a liberação do atacante em outubro do ano passado, quando a seleção sub-20 disputou amistosos contra o Chile em data Fifa.

SÃO PAULO

Clube tricolor já pediu a liberação do atacante Antony e aguarda a posição da CBF.

VASCO DA GAMA

Clube carioca não pedirá a liberação do goleiro Lucão, que segue normalmente com a seleção.

Confira a lista de convocados:

Goleiros

Lucão (Vasco da Gama)
Lucas Perri (Crystal Palace – Inglaterra)
Ivan (Ponte Preta)

Defensores

Gabriel (Lille – França)
Murilo Paim (Cruzeiro)
Luiz Felipe (Lazio – Itália)
Lyanco (Bologna – Itália)
Emerson (Real Betis – Espanha)
Guga (Atlético-MG)
Iago Borduchi (Internacional)
Renan Lodi (Athletico)

Meias

Douglas Luiz (Girona – Espanha)
Thiago Maia (Lille – França)
Tabata (Portimonense – Portugal)
Wendel (Sporting – Portugal)
Mateus Vital (Corinthians)
Matheus Henrique (Grêmio)

Atacantes

Pedrinho (Corinthians)
Matheus Cunha (RB Leipzig – Alemanha)
Rodrygo (Santos)
Antony (São Paulo)
Pedro (Fluminense)

* Colaboraram Alexandre Araújo, Bruno Braz, Bruno Grossi, Éder Traskini, Enrico Bruno, Jeremias Werneck, José Eduardo Martins, Marcello De Vico, Marinho Saldanha, Napoleão de Almeida, Pedro Lopes e Samir Carvalho