Arboleda defende médicos do São Paulo e despista sobre futuro

118

GazetaEsportiva.net

Arboleda defendeu os médicos do São Paulo (Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)

O zagueiro Arboleda defendeu os médicos do São Paulo nesta terça-feira após polêmica. Tony Ocampo, fisioterapeuta da seleção equatoriano, havia criticado o método de trabalho dos colegas que atuam na equipe paulista durante o tratamento de um estiramento na coxa esquerda sofrido pelo defensor.

Após o integrante do Departamento Médico do Equador pedir desculpas, foi a vez do próprio zagueiro acalmar os ânimos, saindo em defesa dos profissionais do São Paulo.

“Eu respeito muito todos do São Paulo, para mim eles são boas pessoas e bons profissionais. Minha lesão foi simples, apenas uma dor no treino, e aí falaram que eles são ruins, mas não, acho que o problema é meu mesmo (risos). Estou me sentindo bem”, disse o zagueiro aoSporTV.

Prestes a iniciar a caminhada na Copa América, a seleção equatoriana está hospedada em um hotel de Belo Horizonte, onde faz a estreia no domingo, no Mineirão, diante do Uruguai, ás 19 horas (de Brasília). Os comandados de Hernán Darío Gómez estão no Grupo C e enfrentam, além dos uruguaios, chilenos e japoneses.O futuro do zagueiro após o torneio de seleções, no entanto, é uma incógnita. Aos 27 anos, Arboleda é visto pelo São Paulo como uma peça negociável, já que o clube precisa arrecadar dinheiro após quedas precoces na Copa do Brasil e na Libertadores.

“Ainda não sei. Não depende de mim. A minha cabeça, agora, está na seleção equatoriana e no São Paulo, clube que eu respeito muito, que me abriu as portas. Eu estou muito contente em jogar pelo São Paulo”, declarou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor entre com seu comentário!
Entre seu nome aqui

cinco + 7 =