Carlinhos Neves pede demissão, e São Paulo aceita saída do coordenador de preparação física

439

GloboEsporte.com

Marcelo Hazan

Profissional pediu para sair após jogo com Cruzeiro, mas clube e preparador decidiram definir desligamento durante parada para Copa América. Decisão foi confirmada nesta sexta.

A reestruturação no futebol do São Paulo começou: o coordenador de preparação física Carlinhos Neves está fora do clube. Ele pediu demissão há duas semanas, depois do empate por 1 a 1 com o Cruzeiro, mas o profissional e o clube acertaram que o desligamento seria confirmado durante a paralisação para a Copa América.

Na manhã desta sexta-feira, em Belo Horizonte, Carlinhos Neves confirmou o pedido de demissão ao diretor-executivo de futebol Raí, e o São Paulo aceitou a decisão. O nome do profissional, inclusive, não aparece mais na página da comissão técnica no site oficial do clube.

Em entrevista exclusiva ao GloboEsporte.com, Carlinhos Neves explicou o motivo da saída. Nesta sexta-feira, ele está embarcando para Portugal, onde vai descansar com a esposa.

– Realmente depois do jogo contra o Cruzeiro eu pedi para sair e me convenceram a ficar até esse jogo para não causar mais problemas. Agora podem pensar melhor (no que vão fazer). Penso um pouco diferente. Não quero entrar muito em detalhes. Já que estou fora, estou fora. O fundamental é que não estava mais me sentindo confortável para exercer o meu trabalho e desenvolver as minhas ideias. Sendo assim, como tenho uma história grande aí no clube, prefiro que essa história permaneça. O clube é muito forte, segue em frente e eu sigo a minha vida – disse Carlinhos Neves.

– Vou viajar para a Europa e ver o que vou fazer. Claro que nesse retorno pode ter algum encaminhamento. Têm sondagens de outros clubes, mesmo sabendo que ainda estava aqui tinham sondagens. Mas isso não tem nada a ver com a minha decisão – afirmou.

Carlinhos Neves negou algum tipo de desgaste com o técnico Cuca, com quem trabalhou no Santos, em 2018.

– Não teve desgaste, o que houve foi um desgaste natural. Nos conhecíamos e trabalhamos antes. Isso não. A decisão foi minha mesmo. As ideias estavam diferentes da forma como queria desenvolver, dos meus métodos. Eu tinha uma visão, de um caminho, e o clube tinha outro. Agora vai ter tempo nessa parada para quem sabe, com outras ideias, caminhar melhor.

Carlinhos Neves pediu demissão do São Paulo e desligamento foi confirmado nesta sexta-feira — Foto: Marcelo Hazan

Carlinhos Neves pediu demissão do São Paulo e desligamento foi confirmado nesta sexta-feira — Foto: Marcelo Hazan

Carlinhos Neves também disse que o desenvolvimento do trabalho não caminhou como ele imaginava.

– Não estava confortável. Algumas coisas não caminharam como imaginava. Já não éramos mais o São Paulo da minha época, mas não quero me estender. Aleguei que as coisas talvez caminhassem melhor sem minha presença. Tinham coisas que não eram as minhas ideias, como achava que tinha de ser. Então é melhor eu sair do que outra coisa. Tenho todo o respeito da instituição.

Com a saída de Carlinhos Neves, o preparador Pedro Campos assume a função deixada pelo profissional. Pedro havia feito a transição no departamento na época em que Dorival Júnior não pôde contar com Celso Rezende, por problemas pessoais. Ele foi promovido por Rogério Ceni da base ao profissional.

Na última quinta-feira, depois do empate com o Atlético-MG, Cuca disse o seguinte sobre a reestruturação no futebol:

– O São Paulo como um todo é muito grande, gigante, e vai fazer algumas mudanças que lhe cabem. Não só no campo, como fora também. São coisas naturais que as vezes tem de se renovar. Acontece em todos os clubes

Carlinhos Neves e Cuca conversam no São Paulo: preparador saiu do clube — Foto: Marcelo Hazan

Carlinhos Neves e Cuca conversam no São Paulo: preparador saiu do clube — Foto: Marcelo Hazan

Um dos principais questionamentos da torcida e de conselheiros do São Paulo era sobre a forma física dos atletas. O Tricolor chegou a liderar a média de desfalques por problemas médicos entre clubes da Série A.

Em entrevista recente ao Grupo Globo, Carlinhos Neves explicou que os jogadores do São Paulo estavam em diferentes níveis físicos, pois cada um viveu uma realidade neste ano. Reforços como Hernanes, Tchê Tchê, Pato e Vítor Bueno chegaram de países estrangeiros, enquanto atletas como Luan e Walce participaram do sul-americano sub-20 com a seleção brasileira. Antony, por sua vez, disputou a Copinha, virou titular absoluto da equipe e engatou sequência de 16 jogos com 90 minutos.

Carlinhos Neves foi anunciado pelo São Paulo no início de dezembro. Ele foi um dos principais membros da comissão técnica fixa que participou das últimas grandes conquistas do São Paulo: entre 2005 e 2008 foram seis títulos.

Essa foi a terceira passagem de Carlinhos Neves pelo São Paulo. Antes ele foi do clube entre 1999 e 2000, e de 2003 a 2010.