São Paulo x Fluminense feminino de base pode ser impugnado após erro de árbitro e possível fraude em súmula

222

GloboEsporte.com

Thayuan Leiras

Tricolor carioca pede anulação da partida após árbitro quebrar regulamento e tentar esconder erro. Presidente do STJD recebe pedido, que não deve interferir no andamento do torneio.

São Paulo x Fluminense feminino de base pode ser impugnado após erro de árbitro e possível fraude em súmula

Laís Patrício/Fluminense

O jogo entre Fluminense e São Paulo pelo Brasileirão Feminino Sub-18 vai terminar nos tribunais. O Tricolor carioca pediu nos últimos dias a impugnação da partida por erro de arbitragem e possível fraude na súmula da partida. O Superior Tribunal de Justiça Desportiva recebeu a denúncia e irá analisar o caso.

A medida do clube carioca está baseada em uma quebra do regulamento feita pelo árbitro Daniel Bernardes Serrano sobre as substituições durante o jogo. O torneio aceita que as equipes façam até seis alterações, mas em apenas três paradas. A arbitragem não só autorizou uma quarta parada como, em súmula, não registrou os minutos corretos, o que pode ser caracterizado como fraude.

Apesar de grave, o episódio não deve alterar a história desse campeonato, que está na fase semifinal. O jogo em questão aconteceu na primeira rodada da segunda fase, no último dia 11, e terminou em 3 a 1 para o São Paulo. Como o Tricolor carioca perdeu os outros dois jogos do grupo, não tem chances de classificação mesmo com mais três pontos. E os paulistas, mesmo que lhes tirem a vitória, seguirá como segundo colocado da chave.

O pedido de impugnação feito pelo Fluminense foi aceito pelo presidente do STJD, Paulo César Salomão Filho, que ordenou à CBF a não homologação do resultado do jogo. O Tricolor paulista tem dois dias para se manifestar antes de a corte decidir se o caso vai ou não a julgamento.

Súmula de São Paulo x Fluminense feminino sub-18 — Foto: Reprodução

Súmula de São Paulo x Fluminense feminino sub-18 — Foto: Reprodução

Para embasar a ação, o Fluminense usou provas da própria CBF. A entidade transmite as partidas do torneio em parceria com o site My Cujoo. O clube, representado pelo advogado Lucas Maleval, usou as imagens para provar que as duas substituições registradas em súmula aos 25 minutos na verdade ocorreram aos 22 e aos 26 (veja na imagem acima).

Com a pendência no tribunal, o São Paulo segue no torneio e se prepara para enfrentar o Santos, no próximo dia 29, pela semifinal do Brasileirão Feminino Sub-18. O Fluminense, que já saiu do torneio, está em preparação para o Campeonato Carioca da categoria.