Cuca aprova Daniel Alves e Hernanes juntos, mas teme pelo setor defensivo

404

UOL/LancePress

A vitória por 2 a 1 contra o Botafogo deixou o São Paulo empolgado com seu início de returno no Campeonato Brasileiro, porém, em alerta caso queira manter o mesmo estilo de jogo que garantiu os três pontos no Rio. Pela primeira vez, o técnico Cuca arriscou uma formação diferente usando o lateral direito Daniel Alves no meio-campo ao lado de Hernanes. Após o resultado positivo, o treinador viu com bons olhos a atuação da dupla, mas admitiu temer por uma deficiência defensiva da equipe caso permaneça com a escalação, o que seria arriscado, já que o time tricolor sofreu poucos gols na competição até o momento: apenas 14.

“Enxergamos e colocamos num jogo fora de casa. Lógico que não vai ter uma ‘supermarcação’. Vai ficar com deficiência defensiva, são jogadores de qualidade no ataque. Não são pegadores. Então faz alguma contenção, como fizemos com um terceiro zagueiro. No segundo tempo mudamos e o time encaixou melhor”, disse Cuca. Daniel Alves e Hernanes já haviam atuado juntos contra o CSA, mas com o camisa 10 em sua posição de origem e não no meio-campo tricolor.

“Ele jogou contra o CSA na lateral. Hoje (sábado) na meia, uma parte do jogo fez o quarto homem pela direita. Na medida que sentimos o jogo vamos posicionando ele da maneira que se sinta bem e seja mais útil para o time. Como foi hoje (sábado), o Botafogo marcando muito e ele com boa visão de jogo, finalizações, profundidade”, completou o treinador. O São Paulo volta a campo nesta quarta-feira para enfrentar o Goiás, às 21h30, no Estádio do Morumbi, pela 21ª rodada do Nacional.