Fake News: informação sobre pedido de demissão de Lugano no São Paulo é falsa

288

GloboEsporte

Eduardo Rodrigues e Marcelo Hazan

Boato sobre saída do dirigente do Tricolor circulou nas redes sociais desde quinta-feira.

Circulou nas redes sociais um boato de que Diego Lugano teria pedido demissão do São Paulo. A informação é falsa. O uruguaio continua no cargo de diretor de relações institucionais do Tricolor.

Lugano, inclusive, esteve no CT da Barra Funda nesta sexta-feira e acompanhou a entrevista de Fernando Diniz, o novo técnico do São Paulo 

Diego Lugano acompanha entrevista de Fernando Diniz no São Paulo — Foto: Marcelo Hazan

Apesar de ter um cargo de relações institucionais, Lugano tem estado nos últimos meses mais próximo ao futebol. O dirigente, no entanto, não participou da escolha de Fernando Diniz para o cargo.

A opção do São Paulo por Diniz, entre outras coisas, passou pelo pedido de líderes do elenco como Daniel Alves, Hernanes, Pablo e Tiago Volpi. Esses atletas acham o técnico uma boa opção, participaram do processo de escolha e se comprometeram com Diniz, o que foi apoiado por Lugano.

O dirigente uruguaio costuma se mostrar favorável ao posicionamento de jogadores que chamam a responsabilidade para decisões importantes.

Entre o elenco o sentimento era de que o São Paulo precisava de um fato novo e de que o ambiente não era mais o mesmo. Com a saída de Cuca e a contratação de Fernando Diniz, a cobrança interna e externa sobre os jogadores tende a aumentar.

Inicialmente, o coordenador Vagner Mancini seria o técnico interino do São Paulo contra o Flamengo, neste sábado, no Maracanã. O diretor executivo Raí inclusive anunciou isso. No entanto, após o clube decidir contratar um novo técnico, Mancini pediu demissão para deixar a comissão à vontade no trabalho. A decisão surpreendeu outros dirigentes do clube.

Diego Lugano continua como dirigente do São Paulo — Foto: Felipe Ruiz

Diego Lugano continua como dirigente do São Paulo — Foto: Felipe Ruiz