Liziero emplaca maior número de jogos seguidos no São Paulo no ano e cresce após a Copa América

87

GloboEsporte

Eduardo Rodrigues

Volante faz sexta partida consecutiva e se torna peça importante de Cuca no Tricolor.

Depois de se recuperar da lesão sofrida no tornozelo na quinta rodada do Campeonato Brasileiro, contra o Bahia, Liziero voltou ao time titular do São Paulo na 15ª rodada e já emplacou a sua maior série de jogos consecutivos no ano.

Ao iniciar a partida contra o CSA, no último domingo, o volante acumulou seu sexto jogo seguido. Liziero foi substituído em todos eles, porém vem deixando boa impressão rodada após rodada e se consolidando no meio de campo do Tricolor.

A maior série de partidas oficiais do jogador até então era de apenas quatro jogos. Se considerado o torneio da Flórida, o número se iguala ao atual. E essa sequência havia acontecido no início da temporada.

Ainda com André Jardine no comando, Liziero atuou nas quatro primeiras rodadas do Campeonato Paulista e, diante do Guarani, sofreu lesões no púbis e no tornozelo direito. Retornou apenas nas quartas de final do Paulistão.

O volante então voltou ao time titular, disputou os dois jogos das quartas de final, os dois jogos da semifinal e se lesionou novamente. Desta vez, em duelo contra o Palmeiras, ele teve um estiramento no músculo posterior da coxa esquerda e perdeu as finais e as duas primeiras rodadas do Brasileirão.

Juanfran e Liziero conversam durante a partida contra o Inter — Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Após disputar a terceira e a quarta rodada do torneio nacional, Liziero jogou 12 minutos contra o Bahia, na quinta rodada, sofreu um entorse no tornozelo direito após receber uma pancada forte e saiu de campo chorando.

Liziero deixa o campo após entrada, aos 12' do 1º tempo

Liziero deixa o campo após entrada, aos 12′ do 1º tempo

Nessa, a situação foi a mais delicada. O volante demorou três meses para se recuperar e perdeu o período de treinos durante a Copa América. Esse tempo lhe custou dez rodadas do Brasileirão e as oitavas de final da Copa do Brasil.

Contra o Ceará, na 15ª rodada, Cuca surpreendeu e já promoveu a volta de Liziero aos gramados no time titular. Naquela ocasião, fez uma partida regular ao lado de Tchê Tchê e Daniel Alves no meio de campo e recebeu nota 6 na avaliação do GloboEsporte.com. O jogo marcou a estreia de Dani Alves.

Liziero, do São Paulo, em jogo contra o Ceará — Foto: Marcos Ribolli

Liziero, do São Paulo, em jogo contra o Ceará — Foto: Marcos Ribolli

O retorno de Liziero deu alternativas para Cuca modificar o esquema tático da equipe no decorrer do jogo. Contra o Athletico-PR, por exemplo, ele começou como volante e terminou como ponta pela esquerda. Vitor Bueno, que estava por aquela região do campo, tornou-se segundo atacante.

Por conta dessa polivalência, o volante não saiu mais do time e deve fazer seu sétimo jogo consecutivo no próximo sábado, às 11h, no Engenhão, em partida válida pela 20ª rodada do Brasileirão.