Na estreia de Fernando Diniz, São Paulo segura o Flamengo no Maracanã

2839

GloboEsporte

Fla, que vinha de dez vitórias em dez jogos como mandante, poupa três titulares no primeiro tempo, coloca o trio para jogar no segundo, mas não consegue furar defesa compacta do Tricolor, que joga num 4-1-4-1 com seu novo treinador e chega a criar boas chances para marcar.

  • Bom jogo, mas sem gols
  • Flamengo e São Paulo ficaram no empate em 0 a 0 na noite deste sábado, no Maracanã, na abertura da 22ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o Fla vai a 49 pontos, quatro a mais do que o Palmeiras, que enfrenta o Inter em Porto Alegre neste domingo. Já o São Paulo, que teve a estreia do técnico Fernando Diniz, vai a 36, na quinta colocação, mas pode perder seu lugar no G-6 no complemento da rodada. Foi o primeiro jogo do Flamengo como mandante sem vitória no Brasileirão (eram 10 vitórias em 10 partidas).Melhores momentos: Flamengo 0 x 0 São Paulo pela 22ª rodada do Brasileirão 2019
  • Direto do Maracanã e acompanhe as entrevistas do Flamengo; e acompanhe as entrevistas do São Paulo.
  • Central do apito
  • ,O VAR entrou em ação duas vezes no primeiro tempo: para checar se a bola entrou numa defesa de Tiago Volpi (em cabeçada de Willian Arão – não entrou) e anular um gol de Daniel Alves por impedimento.Daniel Alves (no centro) impedido (Foto: reprodução)Na opinião do comentarista Sálvio Spinola, a arbitragem acertou nas duas decisões.Flamengo x São Paulo: Tiago Volpi faz defesa em cima da linha. VAR chegou a checar se a bola havia entrado (Foto: reprodução)
  • Como jogou o Flamengo
  • O técnico Jorge Jesus deixou três titulares no banco (Rafinha, Filipe Luís e Gerson), poupando-os para o jogo contra o Grêmio pelas semifinais da Libertadores, na própria quarta-feira. Isso acabou comprometendo a saída de bola, já que os substitutos (Rodinei, Renê e Piris da Motta) não têm a mesma qualidade dos titulares. As melhores chances criadas no primeiro tempo foram em contra-ataques. Na volta do intervalo, JJ colocou Rafinha e Gerson, e o time obviamente melhorou, passando a tomar conta do jogo. Everton Ribeiro, Rafinha e Gerson tiveram chances para marcar, mas pararam em Tiago Volpi. Gabigol, por sua vez, não teve nenhuma chance clara de gol. Pior: tomou o terceiro amarelo (por falta em Daniel Alves) e cumprirá suspensão automática contra a Chapecoense (e depois não jogará contra Atlético-MG e Athletico-PR por estar com a Seleção).+ e veja as notas dos jogadores do FlamengoJorge Jesus em Flamengo x São Paulo (Foto: André Durão, GloboEsporte.com)
  • Como jogou o São PauloA primeira escalação de Fernando Diniz teve na figura do volante Luan a grande surpresa, num 4-1-4-1 em que Daniel Alves e Hernanes eram os homens centralizados e Antony (direita) e Tchê Tchê (esquerda) eram os de lado, com Pablo como um misto de pivô e falso 9, dependendo do lance. Quando teve a bola, o Tricolor mostrou qualidade do meio pra frente – o problema era a saída de bola, já que Arboleda, Bruno Alves e Luan demonstravam muita dificuldade técnica. A melhor chance do jogo acabou surgindo numa falha de Pablo Marí – Antony parou em Diego Alves. Juanfran, muito seguro na marcação a Bruno Henrique, e Hernanes, na função de “box to box” (de uma área à outra), foram os destaques.+Fernando Diniz, técnico do São Paulo (Foto: Jorge R Jorge/BP Filmes)
  • Primeiro tempo
  • O Flamengo teve mais posse de bola (59% a 41%), mas o São Paulo não se limitou a ficar só na defesa. Fez um gol com Daniel Alves (bem anulado por impedimento) e teve chance claríssima com Tchê Tchê já nos acréscimos. O Flamengo sentiu a falta de Rafinha, Filipe Luis e Gerson (todos poupados para a Libertadores), principalmente na saída de bola. As melhores chances foram em contra-ataque, na velocidade de Gabigol e Bruno Henrique. Das 10 finalizações do Flamengo (contra quatro do São Paulo), três foram perigosas, e a mais importante foi uma cabeçada de Willian Arão, que Tiago Volpi pegou em cima da linha (o lance chegou a ser analisado pelo VAR, mas a bola não entrou). Vale lembrar que a última vez em que o Flamengo terminou um primeiro tempo sem fazer gol foi na derrota para o Bahia (0 a 3). Na série de oito vitórias consecutivas, o time de Jorge Jesus sempre fez valer a superioridade já na etapa inicial.Hernanes e Rodinei em Flamengo x São Paulo (Foto: Jorge R Jorge/BP Filmes)
  • Segundo tempo
  • Jorge Jesus decidiu colocar Rafinha e Gerson na volta do intervalo, e o Flamengo passou a dominar completamente o jogo. Foi quando começou a brilhar a estrela de Tiago Volpi, com pelo menos três defesas difíceis. O São Paulo só teve uma grande chance aos 21, numa falha incrível de Pablo Marí na frente de Antony – Diego Alves salvou o Flamengo. No geral, porém, só deu Flamengo, com muito mais volume de jogo, povoando o campo de defesa do São Paulo, que teve vários jogadores demonstrando sinal de fadiga, mas conseguiu segurar o empate em 0 a 0.Filipe Luis e Daniel Alves em Flamengo x São Paulo (Foto: André Durão, GloboEsporte.com)
  • Agenda
  • Pelo Brasileirão, o São Paulo volta a jogar no sábado, contra o Fortaleza, no Pacaembu (o Morumbi será palco de show da banda Iron Maiden). Já o Flamengo joga no domingo, contra a Chapecoense, em Chapecó. Antes, na quarta-feira, o Fla faz o primeiro jogo da semifinal da Libertadores contra o Grêmio, em Porto Alegre.Arrascaeta, Tiago Volpi e Arboleda em Flamengo x São Paulo (Foto: André Durão, GloboEsporte.com)
  • Diniz sabe enfrentar o FlamengoDavi Barros✔@davismbarrosQuando treinava o Fluminense, Fernando Diniz só não tinha levado gol UMA vez no Brasileirão, justamente contra o Flamengo, no primeiro turno, como bem lembrou @felipe_siqueira, setorista do Flu #gesaopaulo320:58 – 28 de set de 2019Informações e privacidade no Twitter AdsVeja outros Tweets de Davi Barros
  • Estatísticas
  • Posse de bola: Flamengo 59% x 41% São PauloFinalizações: 19 x 7Chances reais de gol: 7 x 2Bolas alçadas na área: 18 x 3Cabeçadas: 3 x 0Escanteios: 9 x 2Faltas: 18 x 27Impedimentos: 2 x 3

Leia também: