No Sport, Willian Farias reconhece culpa por poucas chances no São Paulo: “Não me sentia útil lá”

396

GloboEsporte

Lucas Liausu

Volante fez apenas sete partidas no Tricolor paulista nesta temporada e espera ser mais útil no Recife, onde defenderá o Leão na Série B.

Willian Farias com a camisa do Sport — Foto: Marlon Costa / Pernambuco Press

O volante Willian Farias foi apresentado nesta quinta-feira como novo reforço do Sport para a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro. O jogador chega depois de uma passagem apagada pelo São Paulo, onde jogou apenas sete partidas nos quase nove meses que esteve por lá. E reconhece que não existe nenhum fator extra culpado pela sua pouca utilização no Morumbi do que o seu próprio desempenho.

“Acredito que nas oportunidades que eu tive, não consegui desempenhar bem o meu futebol, que me desse sequência. Talvez nem merecesse tanto as oportunidades. Não me sentia útil lá. Por isso joguei pouco e não tive mais oportunidades.”

Agora no Sport, o volante espera ter uma espécie de recomeço na carreira. Antes de defender o São Paulo, ele teve boas passagens por Coritiba, Cruzeiro e Vitória.

– É um recomeço também, já que não tive tantas oportunidades desde o início do ano. Mas estou aqui para ajudar, agregar e me sentir útil também. Aqui vou ser mais útil do que eu estava tendo e vou poder ajudar mais.

Willian Farias durante apresentação oficial — Foto: Marlon Costa / Pernambuco Press

Willian Farias durante apresentação oficial — Foto: Marlon Costa / Pernambuco Press

Veja outros trechos da entrevista de Willian Farias

Apoio da torcida

Fui muito bem recebido com o carinho dos torcedores em redes sociais, com mensagens sempre positivas e acredito que é fundamental você ter esse pensamento e essa fala positiva das pessoas.

Camisa do Sport

É uma camisa pesada. Já joguei muito contra o Sport e sei do peso da camisa e do torcedor. Sei o quanto o torcedor apoia. É um clube totalmente estruturado e com grandes desafios no decorrer do ano. Vejo como positiva minha vinda para cá. Só joguei em clubes grandes e o Sport está fazendo com que esse currículo pese ainda mais.

Elenco

É um elenco qualificado e até diferente da Série B, que é um jogo de mais pegada. Vejo um time com muita qualidade técnica e com nível de Série A até pelo estilo de jogo.

Liderança

Não escolhi ser líder. Esse é meu jeito e a minha maneira de trabalhar. Procuro falar pouco. Às vezes um líder não precisa ficar falando muita coisa e sim as pessoas olharem para ver as atitudes. Sou muito mais um líder de ter uma atitude e chamar os outros do que de falar muita coisa. Posso agregar nesse aspecto também.

Característica

Sou primeiro volante mais de marcação. Procuro tentar fazer a saída de bola qualificada, mas a minha primeira função é a marcação.

Ritmo de jogo

Joguei poucos jogos e é difícil avaliar a forma física. Estou treinando normal e vinha treinando no São Paulo. É questão de ritmo de jogo e só consegue pegar jogando.