São Paulo busca vitória contra o CSA para não voltar à estaca zero

249

UOL

José Eduardo Martins

Executivo de futebol do São Paulo, Raí deixou claro que o clube pretende brigar pelo título do Campeonato Brasileiro. Para tanto, Cuca e os jogadores têm consciência de que é necessário vencer o CSA amanhã (15), a partir das 19h (de Brasília), no Morumbi. Em caso de uma derrota e se o Flamengo ganhar do Santos hoje (14), no Maracanã, a diferença para o líder será de 11 pontos ao final do primeiro turno. Exatamente a mesma quantia que separava o Tricolor do então primeiro colocado Palmeiras, antes início de uma arrancada com cinco vitórias consecutivas, a partir da 11ª rodada.

Depois da pausa na competição para a realização da Copa América, o São Paulo embalou boa sequência. Começou contra Chapecoense, no dia 22 de julho, quando goleou por 4 a 0. Terminou com um muito comemorado triunfo sobre o Athletico, fora de casa, em jogo adiado. Àquela altura, a equipe de Cuca ficou apenas dois pontos atrás do então líder Santos.

O momento positivo acabou com o revés contra o Vasco, fora de casa. A partir daí, o treinador passou a lidar com desfalques por lesões, convocações para seleções ou por suspensões e não encontrou soluções para manter o time em alto rendimento. O São Paulo não marcou gols nos últimos três confrontos (duas derrotas e um empate). Ainda assim, Cuca confia na recuperação e na possibilidade de disputar as primeiras colocações do Brasileirão.

“Não é bater de frente com o Flamengo, a gente quer ter uma regularidade, buscar o que teve um tempo atrás e perdeu agora em três jogos. É ter resultados, retomar isso e ver o que de melhor a gente pode fazer. Nós não temos tantos jogadores com nível de seleção [quanto o Flamengo], mas eu tenho confiança total nesses jogadores que estão aqui, em fazer um grande segundo turno. Queremos acabar bem esse turno e dar uma arrancada”, disse Cuca.

O departamento de futebol do São Paulo prefere não divulgar qual é a meta de pontos que pretende alcançar neste Brasileiro. Porém, a comissão técnica sabe que é necessário melhorar o desempenho se o time quiser brigar mesmo pelo título. Até o momento, o Tricolor tem 57,4% de aproveitamento. “Não sabemos dizer quantos pontos precisamos, temos que fazer o melhor o jogo a jogo, melhorar gradativamente de novo. Tivemos uma sequência de vitórias, vamos ver se a gente encaixa outra para chegar mais próximo deles”, comentou o treinador.

Curiosamente, no ano passado, o São Paulo fechou o primeiro turno do Nacional como líder com 41 pontos somados (12 vitórias, cinco empates e apenas duas derrotas), e 71,9% de aproveitamento dos pontos – campanha semelhante à do Flamengo nesta temporada. Porém, a equipe desacelerou na sequência da competição e terminou 2018 na quinta posição, com 63 pontos.