Corrida contra o tempo: Fernando Diniz terá só quatro semanas cheias no São Paulo até fim do ano

258

GloboEsporte

Eduardo Rodrigues e Marcelo Hazan

No total, novo técnico terá 17 partidas em um intervalo de 72 dias (desde que chegou até o fim do Campeonato Brasileiro); Cuca teve 18 semanas, incluindo pausa para Copa América.

Fernando Diniz terá no São Paulo quatro semanas cheias para treinar o time até o fim do ano, incluindo a atual antes do duelo de sábado contra o Fortaleza, no Pacaembu.

No total, o São Paulo de Fernando Diniz terá 17 partidas (incluindo a estreia com empate diante do Flamengo), em um intervalo de 72 dias.

Cuca, antecessor que pediu demissão na última quinta-feira (26), teve 18 semanas cheias, incluindo a parada para a Copa América, e dirigiu a equipe em 26 jogos: 47,4% de aproveitamento, com nove vitórias, dez empates e sete derrotas.

O calendário de Fernando Diniz no São Paulo:

  • 27/9 – primeiro treino e apresentação
  • 28/9 – estreia – Flamengo 0 x 0 São Paulo – Maracanã
  • 5/10 – São Paulo x Fortaleza – Pacaembu (primeira semana cheia)
  • 9/10 – Bahia x São Paulo – Fonte Nova
  • 13/10 – São Paulo x Corinthians – Morumbi
  • 16/10 – Cruzeiro x São Paulo – Mineirão
  • 20/10 – São Paulo x Avaí – Morumbi
  • 27/10 – São Paulo x Atlético-MG – a definir (segunda semana cheia)
  • 30/10 – Palmeiras x São Paulo – a definir
  • 3/11 – Chapecoense x São Paulo – a definir
  • 6/11 – São Paulo x Fluminense – a definir
  • 10/11 – São Paulo x Athlético-PR – a definir
  • 17/11 – Santos x São Paulo – a definir (terceira semana cheia)
  • 24/11 – Ceará x São Paulo – a definir (quarta semana cheia)
  • 27/11 – São Paulo x Vasco – a definir
  • 1/12 – Grêmio x São Paulo – a definir
  • 4/12 – São Paulo x Internacional – a definir
  • 8/12 – CSA x São Paulo – a definir
Fernando Diniz reúne elenco do São Paulo no CT: técnico terá quatro semanas cheias até fim do ano — Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net

Fernando Diniz reúne elenco do São Paulo no CT: técnico terá quatro semanas cheias até fim do ano — Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net

– Já vamos colocar nessa semana, que são uns três treinos. Na segunda os jogadores se recuperam e na véspera não podemos fazer quase nada. O plano é já dar uma cara daquilo que pretendemos no time. Treinar algumas coisas no meu padrão de posse. Fizemos um pouquinho hoje, um simulacro do que queremos daqui para frente. Essa semana é ir colocando as ideias aos poucos – disse Fernando Diniz, após o empate com o Flamengo.

No primeiro treinamento aberto, Fernando Diniz insistiu na troca de passes e pediu para que aqueles que não estavam com a posse da bola aparecessem para receber. Os jogadores só podiam dar dois toques.

O conceito de futebol de Fernando Diniz se baseia nos jogadores sem a bola aparecerem sempre como opção de passe para quem tem a posse. Sua ideia de futebol se desenvolve a partir daí. Ele pede coragem aos jogadores na hora do toque de bola.

Diante do Fortaleza, Fernando Diniz não terá Everton e Toró (lesionados). Alexandre Pato, em recuperação de estiramento na coxa, é dúvida. Reinaldo, por sua vez, fez exames na última segunda-feira, pois sentiu uma mialgia (dor no músculo) em lugar não revelado pelo clube e foi fazer exames de rotina em um hospital perto do CT da Barra Funda.

Fernando Diniz e Alexandre Pato juntos no treino do São Paulo — Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net