O que Diniz faz para tentar mudar o São Paulo em pouco tempo

778

UOL

Arthur Sandes e José Eduardo Martins

A contratação de Fernando Diniz é uma aposta do São Paulo em uma filosofia que traz uma série de mudanças internas. Além do novo estilo de jogo, o treinador implanta no CT da Barra Funda uma rotina diferente, que deve reduzir a presença da imprensa e valorizar a aproximação entre técnico e jogadores. Diniz formou-se em psicologia, transformando em vida acadêmica a atenção ao lado humano dos jogadores. Ele próprio já chegou a dizer que não era feliz como atleta, por angústia e sofrimento causados pelo ambiente do esporte de alto rendimento. Agora como treinador, preocupa-se em dar importância aos profissionais do futebol como pessoas, não objetos.

Ao São Paulo, traz novidades também na rotina. Com a chegada de Fernando Diniz, os treinos passam a acontecer majoritariamente no período da manhã e com tendência a diminuir a presença da imprensa. São duas mudanças em relação a Cuca, que preferia as tardes e reservava ao menos duas atividades por semana abertas aos jornalistas.

Diniz privilegia a privacidade para aumentar a frequência dos treinos táticos. No primeiro vislumbre de seu trabalho – mesmo se tratando de reapresentação após uma partida -, ontem, houve intenso ensaio de saída de bola e ataques em velocidade, uma das marcas do seu modelo de futebol. O trabalho em sigilo tem intenção de surpreender os adversários em seu jogo de valorização da posse de bola.

Além disso, o treinador quer criar intimidade com o elenco e estar livre para fazer cobranças ou elogios. Ele não pensa duas vezes antes de dar broncas durante os treinos, muitas vezes usando palavrões, e teme que o linguajar pudesse ser mal interpretado fora do ambiente do São Paulo. As atividades também devem ser mais longas do que antes. Nesta semana Fernando Diniz tem mais quatro treinos para ajustar o São Paulo. No sábado (5) o adversário é o Fortaleza, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro, no Pacaembu. Agora é esperar para ver como a equipe se adapta à metodologia do novo comandante.

O Posse de Bola é o novo podcast do UOL sobre futebol, com Arnaldo Ribeiro, Eduardo Tironi, Juca Kfouri e Mauro Cezar Pereira.